Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleco projecta misso Rssia

Rosa Panzo - 25 de Maio, 2016

A seleco nacional de voleibol

Fotografia: Jornal dos Desportos

A selecção nacional de voleibol de praia retomou ontem os trabalhos preparatórios, com vista a participação na Taça do Mundo a decorrer na República Federativa da Rússia, em data a anunciar. As duplas orientadas por Morais Abreu estão a realizar a manutenção física no Ginásio do Hotel Épic Sana e no Ginásio Conceito, depois de duas semanas de descanso. As sessões de exercícios técnicos vão decorrer a partir de sábado, na Arena Atlântida, à Ilha de Cabo, em Luanda.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o também director técnico da Federação Angolana de Voleibol, Morais Abreu, assegurou que as duplas formadas por Éden Sequeira -Márcio Sequeira e Edison Figueiredo -Morais Abreu vão corrigir as debilidades técnicas apresentadas em Tunis, palco da última fase da Continental Cup, prova qualificativa aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro'2016.

"O nosso programa preparatório é contínuo, para afinar a máquina e projectar os próximos compromissos. Em Tunis, não concretizamos o objectivo de carimbar o passe para o Rio de Janeiro", disse.

O seleccionador nacional antevê dificuldades para a participação da selecção no campeonato mundial da Rússia. Morais Abreu assenta o seu pessimismo nas vicissitudes vividas no percurso da preparação e  na participação de Angola na Continental Cup realizado na capital tunisina.
"Para ir a Tunísia já foi difícil, imagino ir a Rússia!", disse com pessimismo.

Ciente da responsabilidade de representar o continente africano no evento mundial, Morais Abreu prometeu "continuar a trabalhar".
Na última fase da Continental Cup, Angola adiou o sonho de participar pela segunda vez nos Jogos Olímpicos, desta vez nas terras de flamingo. O afastamento da final e o terceiro lugar do pódio foram insuficientes para obter o passe de acesso às terras de Cristo Rei.

A única vaga de África para os Jogos Olímpicos do Rio'2016 foi atribuída aos anfitriões da Continental Cup, a Tunísia, depois de ganhar  Marrocos na final. A última fase qualificativa contou com as presenças de 12 países, mormente, Angola, Tunísia, Serra Leoa, Rwanda, Gâmbia, Quénia, Costa de Marfim, Ghana, Moçambique, Burundi, Egipto e Marrocos. Recorda-se que Emanuel Fernandes "Manucho" e Morais Abreu foram os primeiros angolanos a erguerem a bandeira de Angola no torneio de voleibol de praia dos Jogos Olímpicos. A sorte tinha batido na competição que decorreu na cidade chinesa de Beijing, em 2008.