Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleccionador chama Nuno Júnior

Álvaro Alexandre - 22 de Fevereiro, 2015

Seleccionador aposta no rejuvenescimento da equipa para a participação em competições internacionais

Fotografia: Jornal dos Desportos

O pescador angolano, de 14 anos de idade, Nuno Abohbot Júnior “Bibo”, é a principal surpresa da pré-selecção nacional para a revalidação do título mundial de pesca desportiva ao corrico de alto mar, que se disputa de 28 de Março a 4 de Abril na cidade do Lobito, província de Benguela. O atleta do Team Náutico apresentou índices elevados no último campeonato nacional e convenceu o seleccionador Fernando Duarte.


A estreia de Nuno Abohbot Júnior é acompanhada de outros caloiros à selecção nacional. O jovem de 18 de anos, Kevin Jongschaap, atleta do Tudo Fish, e Marcos Queiroz, do Team Calulo, juntam-se ao grupo que começa a trabalhar a partir da segunda quinzena do próximo mês, na cidade de Lobito.

O seleccionador nacional aposta no rejuvenescimento da Selecção Nacional sénior masculina. A integração dos caloiros ao grupo abre a disputa para os sete lugares. Os campeões mundiais vão empenhar-se para voltar a representar as cores da Bandeira Nacional. Fernando Duarte vai ter de apurar o trabalho dos dez pescadores pré-seleccionados.

Os mentores de Nuno Abohbot Júnior “Bibo” afirmaram ao Jornal dos Desportos que se sentem “orgulhosos” com a escolha do seu pupilo. Para Nuno Abohbot, a integração do seu filho é o coroar de um projecto abraçado também pelo comandante Rogério Matos, do Team Náutico.

“Injectei a pesca no Bibo desde tenra idade. Aos quatro anos de idade, participou do seu primeiro concurso de pesca. Como pai, sinto-me muito orgulhoso por ver o meu trabalho ser reconhecido. Eu e Rogério Matos esperamos que Bibo se enquadre rapidamente num grupo desconhecido e tenha a possibilidade de mostrar todos os pontos fortes”, disse com regozijo.

O atleta do Tudo Fish, Kevin Jongschaap, quarto melhor pescador do Offshore World Championship, disputado em Abril do ano passado, em Quepos, na Costa Rica, com 28 veleiros capturados, reagiu com satisfação à indicação para integrar os trabalhos preparatórios da pré-selecção nacional.

“Sinto-me bem por saber que fui escolhido para representar Angola no campeonato do mundo. É uma das actividades que mais gosto de fazer e vou representar o país no Mundial com o meu melhor para ajudar a revalidação do título”, prometeu.

A selecção nacional B de pesca desportiva conquistou o segundo título para Angola no campeonato mundial disputado em Novembro, na cidade estadual de Vitória do Espírito Santo, no Brasil.


CONCORRÊNCIA
Lobito Big Game
agita as equipas


A XI edição do Lobito Big Game Fishing Tournament, a decorrer de 1 a 4 de Março, na cidade do Lobito, província de Benguela, está a mexer com a direcção operacional das equipas comprometidas com o sucesso do torneio.

Com o objectivo de ocuparem os melhores lugares da marina do Clube Náutico do Lobito e realizar alguns treinos de adaptação aos grandes focos de peixes de bico, dez embarcações zarparam de Luanda com uma semana de antecedência, em direcção ao Lobito.

A embarcações que levantaram as âncoras são: o Blue Sniffer (Marlinheiros), Ely (Doce Vela), Vigues (carapaus), Yellow Fin (Tubarões Fishing Team), Pura Vida (Kuxica), Live Bait (Team Náutico), Pikalunga II (Akwalunga), Calema (Team Release) e das equipas Marmeladas e Cassules.
A presente edição do Lobito Big Game Fishing Tournament vai congregar 51 embarcações.  Hoje, são aguardadas na marina do Lobito a chegada das embarcações do Jikula O'Mesu, Peixfree e Camuxibenhos.

Os anfitriões vão enfrentar a concorrência das equipas de Luanda e vão exibir-se na prova com as equipas Chicocuma, Team Dourados, Monster Fish Team, Feras da Bába, Só Pra Contrair, Elephants Bay, Inar-TTB, Bravos da Baía, 9 Knots HR Team, Mamutes Team Fishing, Surprise Team, Kapiyapiya, Califórnia e Piratas (0). 
ÁLVARO ALEXANDRE