Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleccionador pede investimento na formação

30 de Julho, 2014

Grandes nomes, como o do búlgaro Grigor Dimitrov, o americano John Isner, o canadense Milos Raonic, o japonês Kei Nishikori e o francês Richard

Fotografia: José Cola

O treinador da selecção portuguesa de ténis, Gil Fortunato, defendeu, em Luanda, a necessidade de maior aposta e investimentos nos escalões de formação para o desenvolvimento uniforme da modalidade em todas as províncias do país Ao fazer uma avaliação da forma e empenho dos angolanos no torneio dos IX Jogos da CPLP, o técnico afirmou à Angop que os atletas nacionais são talentosos mas precisam de acções formativas, para poderem despontar.      

“Angola sempre teve crianças com talento para a prática do desporto e o ténis, em particular. Nestes jogos verificamos o esforço e a dedicação dos representantes do nosso país. Por isso, há necessidade de maiores investimentos nestes escalões, para a extensão e desenvolvimento da modalidade”, disse.

A par do trabalho a ser feito pelo órgão reitor da modalidade, clubes, escolas e demais instituições, a participação de jogadores em muitas provas internas e no estrangeiro, entre outras, que possibilitaria dar maior rodagem competitiva aos tenistas, também foi referenciada pelo antigo integrante da selecção angolana.   
     
Actual professor do Clube de Ténis de Oeiras, em Lisboa, Gil Fortunato expressou ainda preocupação pelo nível competitivo do escalão feminino, que na sua opinião carece de uma atenção redobrada e especial.        
      
Natural de Benguela, o técnico, de 30 anos, é originário de uma família de desportistas e figura entre os melhores treinadores que trabalham em Portugal, país para o qual emigrou aos 17 anos, depois de consagrações em clubes nacionais e ao serviço da selecção angolana.
 
Svetlana Kuznetsova estreia com vitória

Cabeça de chave número seis do ATP 500 de Washington, nos Estados Unidos, a russa Svetlana Kuznetsova estreou-se  com vitória, nesta segunda-feira, sobre a eslovena Polona Hercog, número 72 no ranking mundial, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2, em 1h13 de partida. Com o triunfo, a russa aguarda a vencedora do duelo entre a belga Kirsten Flipkens (47) e a britânica Heather Watson (56).

Outras que venceram na noite, foram a norte-americana Vania King, que atropelou a canadense Francoise Abanda (214), com direito a pneu, por 2 sets a 0, em 6/2 e 6/0. E a japonesa Hiroko Kuwata (200) superou a também americana Alison Riske, em dois sets, com mais um pneu, em 6/0 e 7/5.

A surpresa da jornada ficou por conta da cabeça de chave número três, a Frances Alizé Cornet (21), que foi derrotada pela norte-americana Shelby Rogers (121), por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 4/6 e 6/4, em 2h07 de jogo. Rogers vai enfrentar na segunda fase quem passar entre a tcheca Kristyna Pliskova e a neozelandesa Marina Erakovic

MATOSEVIC VENCE
Alguns favoritos venceram, mas a zebra já marcou presença na primeira fase do ATP 500 de Washington, nos Estados Unidos. Nesta segunda-feira, o australiano Marinko Matosevic, número 49 no ranking mundial, bateu o ucraniano Illya Marchenko (170), por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/5.
Já o colombiano Alejandro Falla (74) foi surpreendido pelo norte-americano Robby Ginepri (266) e perdeu também em dois sets, com um 6/4 e 6/2.

Matosevic vai encarar na próxima fase o compatriota Lleyton Hewitt (45), enquanto Ginepri defronta o principal favorito ao título, o tcheco Tomas Berdych (5). O  australiano Bernard Tomic (72) também estreou-se com vitória sobre o colombiano Gonzalez, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2. Outro importante nome que começou bem foi o do eslovaco Lukas Lacko (91), que derrotou o canadense Filip Peliwo (270), também em dois sets, em 7/5 e 6/3.

Grandes nomes, como o do búlgaro Grigor Dimitrov, o americano John Isner, o canadense Milos Raonic, o japonês Kei Nishikori e o francês Richard Gasquet também fazem parte do torneio, mas só vão estrear-se hoje e amanhã.