Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleco jnior acusa cansao

Silva Cacuti - 25 de Agosto, 2018

A equipa tcnica de Filipe Cruz integra Constantino Diboxi, como adjunto; o fisioterapeuta Manuel Gunza e o "manager" Joo de Andrade Chiloia.

Fotografia: Jose Cola

A selecção nacional júnior masculina de andebol, que vai competir de 7 a 14 de Setembro em Marraquexe, Marrocos, na 24ª edição do Campeonato Africano, goza hoje uma folga, depois da equipa técnica ter identificado sinais de cansaço, em virtude do trabalho físico desenvolvido nos últimos dias. Desde 13 do corrente, é a terceira folga que o seleccionador nacional, Filipe Cruz, concede ao grupo.
\"A equipa regista ligeira melhoria, principalmente, nos aspectos físicos. Trabalhámos muito forte, puxámos pela condição física deles que vimos ser necessário melhorar e preocupava-nos. Decidimos, por isso, dar-lhes descanso no sábado e domingo, mas vamos continuar a trabalhar duro para elevar os níveis físicos do grupo\", prometeu o treinador.
Filipe Cruz disse que a equipa já começa a mostrar resultados das primeiras semanas de trabalho.
\"Melhorou o ritmo, está melhor na assimilação de algumas ideias de jogo e o trabalho continua. O objectivo é termos uma equipa capaz de ter ideias dentro do campo\", disse.
O treinador demarcou-se do objectivo de melhorar ou manter o terceiro lugar da última participação, há quatro anos, no Quénia.
\"Não posso prometer isso, depois de quatro anos de ausência na competição\", frisou.
No Africano de Marraquexe, Angola integra o Grupo A ao lado da Tunísia (detentora do troféu),  Argélia (terceira classificada) e a estreante Zâmbia. No grupo B estão o vice-campeão,  Egipto, República do Congo, Guiné Equatorial, Serra Leoa e Marrocos.
Recordar que o terceiro lugar obtido no Quénia, em 2014, habilitou a selecção nacional a disputar o Campeonato do Mundo de juniores do Brasil em 2015, onde Angola se quedou na 21ª posição.

CAMPEÃO NACIONAL
DÁ CORPO AO GRUPO

O 1º de Agosto, campeão nacional júnior masculino, lidera as escolhas do seleccionador nacional, Filipe Cruz, para o grupo que vai assinalar o regresso da selecção nacional às competições africanas. O grupo de 20 pré-seleccionados é composto por atletas da Banca, 1º de Agosto e Interclube. O 1º de Agosto oferece nove atletas, a Banca contribui com seis e o Interclube, cinco.
Eis os atletas: Ariel da Silva (Banca), Joaquim Moreno (1º de Agosto) e José Nunda (Interclube) que são guarda-redes. Edson Francisco, Martinho Francisco (Banca), Wilson Silva (Interclube) actuam na posição de pivots. Os centrais Ortêncio Manuel (Banca) e Vicêncio Nascimento (1º de Agosto). 
Filipe Cruz chamou para ponta esquerda Luis Dumba, Josemar de Almeida (1º de Agosto) e Celso Fernando (Banca). Cláudio Chicola (Interclube) e Ludibráulio Pedro (1º de Agosto) são os pontas direitos.
Para a lateral direita foram chamados Feliciano Coveiro, Aurio de Barros e Manuel Domingos (1º de Agosto), enquanto António Cainda, Mariano Malheiro (Interclube) e Catraio Martes (Banca) actuam na lateral esquerda.
A equipa técnica de Filipe Cruz integra Constantino Diboxi, como adjunto; o fisioterapeuta Manuel Gunza e o \"manager\" João de Andrade Chiloia.