Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleco Nacional Artstica prepara Africano em Malanje

04 de Julho, 2019

Fotografia: DR

Depois de ter sido saqueado, o Centro de Alto Rendimento de Malanje de ginástica vai beneficiar de novos equipamentos para acomodar os atletas da selecção nacional, visando os compromissos internacionais. A Federação Angolana da modalidade trabalha na criação de condições para acolher os ginastas da categoria artística, que vão representar o país nos Jogos Africanos a decorrer de 19 a 30 de Agosto em Rabat, Marrocos.
Os atletas seleccionados vão permanecer no recinto por um período de três semanas a contar a partir do próximo sábado. A preparação vai ser orientada por Agostinho Sungo e Cláudia da Costa.
Em declarações ao Jornal dos Desportos, o treinador Agostinho Sungo asseverou que os ginastas estão capacitados para obter uma classificação razoável, tendo em conta as dificuldades materiais para treinamento.
\"Vamos entrar na competição com objectivo de levar a melhor. Esta será a primeira etapa da nossa preparação e vamos submeter os ginastas a várias revisões, pois não temos muito tempo\", disse.
A segunda etapa da preparação dos artistas vai acontecer em Portugal,  de 4 a 14 de Agosto. Acompanhados dos técnicos, os ginastas vão estar confinados no Centro Especial de Sangalhos, onde vão ter a oportunidade de manejar os aparelhos essenciais da especialidades, inexistentes no país, como fosso, argola, barra fixa e barras paralelas assimétricas.
\"Vamos ter a oportunidade de trabalhar nesses e noutros materiais de apoio para exercícios de alto risco\", disse.
Horácio Pita Gros, Xavier Bernardo, Domingos Muatchicumba, Refene Magalhães, Alexandre Simão, Pedro Sacupuepue e Evaristo Tchikungu, Samba Mahula, Clidinádia António, Julmira Segunda, Angelina Elias e Massiji Canhango compõem o grupo de ginastas seleccionados.
Recorde que o último feito histórico da ginástica aconteceu no ano passado. A selecção nacional conquistou um total de 60 medalhas no Campeonato Africano no Egipto. As medalhas atribuíram o passe para os Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, Argentina.                                                                                                                          ROSA NAPOLEÃO