Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleco Nacional defronta hoje a Macednia no Mundial

14 de Janeiro, 2017

Angolanos entram hoje no jogo para evitar cabazada

Fotografia: AFP

Enquanto a agência de meteorologia da França anuncia quebra de temperaturas para este fim de semana em mais de metade do país e com episódios de neve, na cidade de Metz, noroeste francês, a selecção sénior masculina de andebol de Angola tudo faz para minimizar os efeitos das baixas temperaturas no desempenho de integrantes.

O desempenho da equipa angolana na estreia foi, também, influenciado pelo fenómeno, segundo Marcelino Nascimento, técnico adjunto da Selecção Nacional que falava ao site da competição.

Hoje, às 20h45, espera-se que a Selecção Nacional, com mais dias de adaptação às baixas temperaturas, consiga forças para contrapor o poderio da Macedónia, no jogo da segunda jornada do grupo preliminar B do 25º Campeonato Mundial que decorre em França.

As possibilidades para vencer não são equiparadas. Angola, depois de 10 anos ausente, volta à competição para melhorar o 21º lugar, enquanto a Macedónia, treinada pelo croata Lino Cervar, um dos mais bem sucedidos treinadores de andebol, campeão olímpico em 2004, chega ao mundial como 9º classificado da edição de 2015. Está a fazer a sua primeira sequência de três mundiais seguidos, desde que em 1990 deixou de marcar presenças regulares na competição.

Na primeira jornada, a Macedónia venceu por 34-30 a Tunísia, vice-campeã africana. Um jogo em que esteve longe de convencer acerca da sua superioridade. A vantagem no marcador foi conseguida nos últimos cinco minutos de jogo em que logrou o parcial de 5-0, após empate a 28 golos.

Angola não é a Tunísia. Caso Alexandre Machado consiga tirar proveito da criatividade de Show Baby, Adelino Pestana e Elias António que apareceram algo abaixo dos seus índices, Angola pode alterar as perspectivas em torno do jogo. A Selecção Nacional precisa também melhorar na defesa e reduzir o número de falhas técnicas que cometeu na primeira partida.

Noutros jogos do grupo B, às 14h45, a Islândia defronta a Eslovénia. A equipa eslovena, vencedora na primeira partida vai com maiores possibilidades de ganhar à Islândia, derrotada na primeira fase. Às 17h45, a Espanha, também favorita, defronta a Tunísia.

YAO MING ACREDITA
O guarda-redes do Petro de Luanda, Fábio Costa, conhecido por Yao Ming, considera que o facto de não ter qualquer pressão de resultados é uma vantagem do conjunto angolano no jogo de hoje para a segunda jornada do grupo preliminar B do 25º campeonato mundial, diante da Macedónia.

"Esta é a grande vantagem que a gente tem. A Macedónia tem a obrigação de ganhar ao jogo, Angola não tem nada a perder. Estamos a participar, ganhar experiência. Penso que podemos fazer um bom jogo; vencer seria um sonho. Acredito que podemos fazer melhor que no primeiro jogo", disse.
O também internacional acredita que algumas unidades do conjunto angolano podem aparecer neste jogo.

"O primeiro jogo foi mesmo estreia para muitos atletas da Selecção Nacional. Acredito que, quanto mais jogos realizarmos, os níveis de confiança de todos os atletas podem aumentar e o rendimento também. Então, vamos esperar, deixar o campeonato rolar. A Selecção Nacional vai libertar-se. Creio que nesta primeira fase poderemos ganhar pelo menos um jogo", augurou.

O guarda-redes assinalou com satisfação a produção da Selecção Nacional na primeira partida. "Sofremos muitos golos. Isso mostra que defensivamente temos de melhorar, mas marcar 25 golos é muito bom início para a nossa equipa", disse.

O jogador lembrou durante a sua abordagem as difíceis condições de preparação que estiveram ao dispor da Selecção Nacional, visando a participação no Campeonato do Mundo.

Yao Ming é um jogador formado no Desportivo da Banca. Antes de actuar pelo Petro de Luanda, jogou pelo Interclube. Tem passagens pelas Selecções Nacionais de juniores e de seniores.