Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleco Nacional falha nas meias-finais em Maputo

Melo Clemente - 16 de Novembro, 2019

Esforo empreendido na ronda inaugural contribuiu para o desaire de ontem

Fotografia: Dr

A Selecção Nacional de basquetebol em seniores feminino falhou a qualificação para as meias-finais do Torneio de Qualificação zona africana, ao perder ontem, no Pavilhão do Maxaquene, em Maputo, com a similar do Mali, por 45-65, em partida a contar para a segunda jornada do Grupo B da referida competição.
Depois de ter-se exibido ao mais alto nível, frente às vice-campeãs africanas, com quem perderam por 71-75, as comandadas de Apolinário Quaresma Paquete não foram capazes de manter os níveis de produtividade, baqueando frente às malianas, que deste modo asseguraram a passagem para as meias-finais, à semelhança do Senegal.
Ao contrário da partida inaugural, onde as angolanas exibiram-se ao mais alto nível, ontem,  a Selecção Nacional apareceu algo descaracterizada, fundamentalmente, nos dois primeiros períodos, em que foi completamente dominada pelas malianas.
Aliás, o resultado no quarto inicial (13-20) atesta perfeitamente a superioridade da selecção do Mali, que anulou completamente o jogo ofensivo das bi-campeãs que estiveram muito aquém do seu rendimento habitual, principalmente, nos primeiros dois períodos em que as malianas exerceram a sua superioridade na quadra, fixando o resultado em 18-29, ao cabo dos primeiros 20 minutos, a favor da Selecção do Mali.
Nesta fase, Italle a Lucas, base norte-americana naturalizada angolana, optava sem sucesso em jogadas individuais, para a centenas de moçambicanos que puxavam pela Selecção Nacional. Tal como no primeiro e segundo período, as angolanas mostravam-se impotentes para travar avalanche ofensiva das malianas que apareceram com a lição muito bem estudada.
Mali, medalha de bronze do último Campeonato Africano das Nações da “bola ao cesto”, conseguiu uma vantagem de 20 pontos, quando restavam cinco minutos e 20 segundos para terminar o terceiro quarto (28-48).
Sem qualquer capacidade de reacção, as malianas ganhavam com alguma facilidade, quer os ressaltos ofensivos, quer os ressaltos defensivos, para a tristeza dos moçambicanos que puxavam pela Selecção Nacional.
Aliás, o combinado nacional teve ontem uma claque especial que não parava de apoiar as vi-campeãs africanas que estiveram muito aquém do rendimento habitual.
 Avisadas do excelente jogo que o cinco Nacional proporcionou diante das vice-campeã  africanas, o Mali apareceu com a lição muito bem estudada, neutralizando todas as jogadas do combinado nacional, que ontem esteve irreconhecível. Os últimos dois quartos foram dominadas pelas malianas, que fixaram  o resultado final em 45-65. Rosimira Daniel, com nove pontos foi a melhor marcadora da Selecção Nacional.