Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Serena abdica por lesão

22 de Março, 2015

Número um do ténis mundial está lesionada no joelho direito e está fora do torneio de Indian Wells

Fotografia: AFP

A americana Serena Williams, número um do mundo, que devia disputar na passada as meias-finais de Indian Wells, abandonou o torneio por uma lesão no joelho direito, informou a organização.

Desta forma, a romena Simona Halep, número três do mundo, já está garantida na final, onde vai defrontar a sérvia Jelena Jankovic, que venceu a alemã Sabine Lisicki.

“Há quatro meses comecei a viagem para jogar em Indian Wells e foi genial. Nunca sonhei que pudesse fazer isso. Mas não teria conseguido sem os meus fãs. Embora tenha terminado antes do tempo por uma lesão este ano, devo dizer que estou ansiosa para voltar a tentar no ano que vem. Obrigada a todos”, escreveu a tenista no seu perfil no Instagram.

No término do jogo entre Jelena Jankovic e Sabine Lisicki, Williams foi à quadra para dirigir-se aos espectadores e desculpar-se por não poder disputar a semifinal.
“Há alguns dias, durante o treino, magoei o joelho. Aguentei, lutei... mas hoje tive dificuldade até mesmo de caminhar. É muito triste... Mas foi óptimo retornar e começar a construir novas lembranças”, declarou perante uma grande ovação por parte do público.

Serena Williams voltou a participar deste torneio 14 anos após um facto que interpretou como racista.
Em 2001, Williams não disputou o jogo das meias-finais com a sua irmã, Venus, que alegou uma tendinite no joelho direito para não entrar em quadra. Após ganhar a final diante da belga Kim Clijsters, Serena foi vaiada pelo público.

Desde então, a actual número um do mundo empreendeu um boicote ao torneio ao qual decidiu pôr fim nesta edição.
 
NADAL ELIMINADO
Ao sexto embate, Milos Raonic quebrou finalmente a malapata, bateu o espanhol Rafael Nadal, triunfo que lhe permite o apuramento para as meias-finais do Masters 1000 de Indian Wells, ao vencer por 4-6, 7-6 (10) e 7-5, numa partida resolvida ao tempo de quase três horas.

Na próxima ronda, Raonic vai enfrentar Roger Federer, tenista com o qual não tem um registo muito melhor (oito derrotas e uma vitória).
Apoiado no seu forte jogo de serviço, o canadiano, sexto colocado do ranking ATP, cedeu o primeiro parcial num único break, para depois no segundo  destacar-se  quando salvou cinco pontos de quebra. Depois, no tie break, veio a vencer por 10-8, numa emocionante disputa sempre até à última, onde o canadiano salvou três (!) match points.

Na decisão, ao terceiro set, Milos Raonic salvou o único break point que enfrentou, ao passo que Nadal acabou por comprometer na fase final, cedeu o seu jogo de serviço para depois o canadiano fechar logo a seguir.

INDIAN WELLS
Jankovic e Halep
disputam final


A sérvia Jelena Jankovic enfrenta hoje a romena Simona Halep na final do Indian Wells, depois de superar nas meias-finais, a alemã Sabine Lisicki por dois sets a um com parciais de 3-6, 6-3 e 6-1, numa partida de uma hora e 56 minutos.

A adversária de Jankovic, Simona Halep, de 23 anos de idade, chega à final depois de beneficiar da desistência da norte-americana Serena Williams, a número um do mundo, por lesão no joelho direito.

No sexto confronto entre ambas, o histórico fica agora com cinco vitórias para Jelena Jankovic e apenas uma para Sabine Lisicki.
A sérvia, uma veterana de 30 anos no torneio - onde estreou-se aos 16 anos, em 2001 -, espera agora reconquistar o título que ganhou na edição de 2010.

HALTEROFILISMO
Búlgaros apanhados em doping


Esta sexta-feira,11 elementos da selecção búlgara de halterofilismo, foram suspensos provisoriamente, depois de terem todos acusado positivo num controlo antidoping efectuado há duas semanas. De acordo com  a federação búlgara da modalidade, a substância encontrada nos testes, realizados em Colónia, foi o estanozolol, um esteróide anabolizante sintético com o uso proibido pelas regras antidoping. Um outro elemento da selecção não está envolvido no caso, porque à data do teste efectuado aos compatriotas, estava a participar numa prova realizada na Alemanha.

Entre os apanhados, estão três campeões da Europa (Demir Demirev, Ivan Markov e Ivaylo Filev), que engrossam uma lista de escândalos a envolver a nação búlgara, nesta matéria. Em 2008, por exemplo, 11 membros da equipa para os Jogos Olímpicos foram afastados por também terem acusado positivo num controlo.
“Estou chocado. O estanozolol é uma substância arcaica para o uso no halterofilismo, pelo que ninguém a usa. A minha única explicação, passa pelo consumo dessas substâncias em aditivo alimentares ,enquanto estavam a recuperar”, admitiu o seleccionador nacional Ivan Ivanov.

Com esta possível sanção, a selecção búlgara corre o risco de ficar sem todos estes atletas no Campeonato Europeu da modalidade, a disputar entre 9 e 18 de Abril, em Tbilisi, na Geórgia.