Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Serena faz história ao conquistar o Open da Austrália

29 de Janeiro, 2017

O sétimo triunfo no Open da Austrália permitiu a Serena tornar-se recordista de triunfos em provas do ‘Grand Slam’ na Era Open

Fotografia: Saeed Khan | AFP

A tenista norte-americana Serena Williams entrou ontem para a história do ténis mundial ao vencer o seu 23.º torneio do ‘Grand Slam’, depois de ter feito um Open da Austrália que culminou com uma vitória sobre a irmã Venus.

Antes de derrotar a irmã Venus Williams, 13.ª cabeça de série, na final, por 6-4, 6-4, em uma hora e 21 minutos, Serena, que recuperou o "seu" número um mundial, não cedeu qualquer "set" ao longo dos outros seis encontros disputados em Melbourne, mostrando ter voltado à melhor forma, após alguns problemas físicos.

O sétimo triunfo no Open da Austrália permitiu a Serena tornar-se recordista de triunfos em provas do ‘Grand Slam’ na Era Open, com 23, mais um do que a alemã Steffi Graf e a um do recorde total da australiana Margaret Court, que esteve nas bancadas a ver a final.

O encontro decisivo foi uma amostra do que Serena, que chegou a Melbourne como número dois mundial, fez ao longo do torneio, com o seu ténis agressivo, a que Venus não conseguiu responder da melhor maneira, embora a estatísticas provem que a final acabou por ter algum equilíbrio.

Serena Williams, de 35 anos, ‘disparou’ 10 ases, mais três do que Venis, conseguiu mais seis ‘winners’ (27-21) e cometeu menos dois erros não forçados (23-25), mas apenas ganhou mais 10 pontos ao longo do encontro.

Depois de um início muito nervoso, com quatro quebras de serviço nos primeiros quatro jogos do primeiro ‘set’, mas Serena acabaria por fazer o ‘break’ decisivo ao sétimo jogo da primeira partida (4-3), segurando o seu saque até ao final do parcial.

No segundo ‘set’, a mais nova das irmãs Williams, que nunca perdeu uma final de um ‘major’ depois de vencer a primeira partida, voltou a quebrar o serviço de Venus no sétimo jogo, momento que acabou por ser decisivo no desfecho do encontro.

Uma das maiores rivalidades da história do ténis teve, assim, mais um capítulo, com Serena a voltar a mostrar-se, mais uma vez, mais forte, somando o 18.º triunfo em 29 encontros. Em torneios do ‘Grand Slam’, Venus apenas conseguiu vencer uma das oito finais contra a irmã, em Wimbledon, em 2008.