Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Serena Williams conquista Miami

06 de Abril, 2015

A número um está a um troféu para igualar Billie Jean King como a sexta jogadora com mais títulos na história

Fotografia: AFP

O torneio que mais viu a norte-americana, Serena Williams, levantar foi um troféu que agora tem uma octacampeã. A número 1 do mundo não encontrou resistência no jogo com a espanhola Carla Suárez, a 12ª do mundo, tornou-se a quarta jogadora a vencer um torneio oito vezes, com parciais de 6/2 e 6/0.

O resultado amplia algumas sequências de Serena Williams: são 21 vitórias no circuito (a sua terceira maior invencibilidade), 18 em 2015 e 18 na Flórida, onde detém o tricampeonato de maneira consecutiva. Com o 66º troféu da carreira, a líder do ranking fica a um troféu de igualar a compatriota Billie Jean King, como a sexta jogadora que mais conquistou títulos na história. A campanha em Miami, onde não só tem mais títulos como também alcançou o maior número de finais (dez), amplia o seu recorde de vitórias no torneio, com 73 em 80 jogos.

Diante de uma adversária que lhe tinha tirado apenas dez games nos quatro encontros anteriores, o equilíbrio esteve presente apenas no início. Serena Williams precisou de ajustar o saque num lado da quadra atrapalhado pelo sol, mas confirmou o serviço sem sustos no terceiro game. Depois de quatro games sem oportunidades de quebra, a favorita já somava oito winners contra apenas um da espanhola.

As devoluções de Serena Williams começaram a surtir efeito e a variação de Suárez, com bolas altas ou slices, pouco incomodou a norte-americana. Após um primeiro set de 33 minutos, a número 1 do mundo enfrentou o único break point da partida no game inicial do segundo set e escapou com três grandes serviços, que a espanhola nem conseguiu devolver.Serena Williams abriu 3/0 venceu 13 pontos consecutivos e a claque até passou a incentivar um pouco a espanhola para ver mais jogo. Em vão, já que Serena Williams não tomou conhecimento da rival e garantiu o título em apenas 56 minutos, com o quinto “pneu” sobre Suárez em dez sets que já disputaram.

As estatísticas também explicitam a superioridade de Serena Williams, com sete aces, 27 winners contra três de Suárez e menos erros que a rival (16 contra 21). A norte-americana deixa o torneio da Flórida como líder também na corrida para Singapura, que considera apenas os resultados de 2015.
O forte início de época de Suárez, que disputou a maior final da carreira e soma 21 vitórias, coloca-a na quarta posição e garante uma vaga no top 10 do ranking mundial que leva em conta as últimas 52 semanas, a ser divulgado amanhã.

IRMÃOS BRYAN
VENCEM EM MIAMI

Os irmãos Bob e Mike Bryan celebraram a conquista do 105º título juntos, no sábado. A dupla norte-americana venceu o Masters 1000 de Miami ao bater Jack Sock, dos Estados Unidos, e Vasek Pospisil, do Canadá, por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 1/6 e 10-8. O duelo foi uma espécie de “desforra”, dado que Sock e Pospisil eliminaram Bob e Mike Bryan nos quartos de final do Masters 1000 de Indian Wells, no mês passado, com triunfo de 2 sets a 0, com duplo 6/4.

Bob e Mike Bryan consagram-se bicampeões consecutivos do torneio de Miami e celebraram o quarto troféu do evento. Anteriormente, os irmãos norte-americanos facturaram a competição em 2007, 2008 e 2014. Com o título em Miami, os irmãos Bryan somam 33 troféus de Masters 1000 na carreira como dupla.