Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Serena Williams triunfa no torneio de Brisbane

05 de Janeiro, 2014

Serena Williams conquistou no torneio australiano o 58.º triunfo da sua carreira numa das provas que abriu a temporada feminina

Fotografia: AFP

A tenista norte-americana Serena Williams, líder do “ranking” mundial, conquistou ontem o 58.º título da carreira ao revalidar o troféu do torneio australiano de Brisbane, uma das provas que abre a temporada feminina.

Frente à bielorrussa Viktoria Azarenka, que também já liderou a hierarquia mundial e ocupa actualmente o segundo posto, Serena Williams venceu em dois “sets”, pelos parciais de 6-4 e 7-5, ao fim de 1h38.

Este foi o 17.º confronto entre as duas jogadoras. A norte-americana reforçou a vantagem nos “frente a frente” com o 14.º triunfo sobre a bielorrussa, o quarto em sete finais entre as duas primeiras do WTA Tour.

LI NA
A tenista chinesa Li Na, primeira cabeça de série e número três do “ranking” mundial, venceu ontem pela segunda vez o torneio chinês de Shenzhen, erguendo o oitavo troféu da carreira.

A vice-campeã do Estoril Open, agora Portugal Open, nas edições de 2005 e 2006, bateu na final a sua compatriota Peng Shuai, quinta pré-designada e 42.ª da hierarquia, em dois “sets”, pelos parciais de 6-4 e 7-5.

Li Na revalidou o título conquistado em 2013, precisamente o único troféu que arrecadou o ano passado, depois de somar o sexto triunfo em sete confrontos directos com Peng Shuai, que disputou a sexta final da carreira e continua a procurar a primeira vitória no circuito.


Open de São Paulo
reduz lugares na quadra


Após sofrer um corte de cerca de 544 mil dólares na sua verba, a organização do Open de São Paulo viu-se obrigada a reduzir a estrutura do torneio de nível Challenger, tradicionalmente disputado no Parque Villa Lobos, para manter o prémio dos jogadores.

A organização contava com a possibilidade de usar a Lei Paulista de Incentivo ao Desporto, à semelhança do que fez em 2013, mas viu o seu projecto reprovado pelo governo estadual. Para manter o prémio de 125 mil dólares, além da hospedagem aos atletas, a saída foi diminuir a estrutura do campeonato.

“Com o mecanismo de verba incentivado, os patrocinadores não querem mais saber de tirar dinheiro do bolso e obviamente preferem usar o dinheiro do imposto (ICMS). Ficamos a saber que não tínhamos esse recurso à última hora. Então, precisamos de diminuir o custo do evento”, disse Simone Maricir, da Maricic Eventos, promotora do torneio.

Diante da nova realidade, a organização resolveu reduzir significativamente a capacidade da quadra central e procurou cortar outros gastos, como a assessoria de imprensa. De acordo com Simone Maricir, as medidas representaram mais de um milhão de reais (cerca de 419 mil dólares) de economia.
“Para não ter que mexer no prémio, pensamos que a saída era diminuir a estrutura. Para os jogadores, não mudou nada, já que o prémio e a hospedagem são as mesmas. Mas para o frequentador do parque, ficou mais difícil, sim”, reconheceu a organizadora


Ivanovic vence
em Auckland


A tenista sérvia Ana Ivanovic, segunda cabeça de série e número 16 do circuito mundial, venceu ontem o torneio neo-zelandês de Auckland, uma das provas que abrem esta semana a temporada feminina.

Numa final entre duas antigas líderes do ranking mundial, Ivanovic venceu pela segunda vez, num total de dez frente a frente, a norte-americana Venus Williams, actualmente na 47.ª posição.

Ivanovic, que não conquistava um troféu do WTA Tour desde 2011, quando venceu o torneio de Bali, na Indonésia, superiorizou-se à mais velha das irmãs Williams em três sets, por 6-2, 5-7 e 6-4, ao fim de 2:19 horas.

Quanto a Venus Williams, a norte-americana já não se apurava para uma final do circuito desde Outubro de 2012, quando ganhou o torneio do Luxemburgo, precisamente o último dos 44 títulos que soma na carreira.