Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Shaily Capindissa eleito em Luanda

Álvaro Alexandre - 02 de Novembro, 2016

Shaily Daniel Capindissa tem responsabilidade acrescida em Luanda

Fotografia: Contreiras Pipas

Finalmente eleito. Shaily Daniel Capindissa é o novo presidente da Associação Provincial de Xadrez de Luanda. O líder da lista B mereceu a unanimidade na segunda volta realizada ontem na sede da Federação Angolana de Xadrez. O 1º de Agosto, Macovi Sport Club e Polivalente Futebol Clube do Palanca apostaram na renovação de corpos gerentes.

O acto eleitoral ficou manchado com a desistência de Domingos Ferraz, líder da lista A à última hora. A retirada inesperada do presidente cessante da sala influenciou religiosamente à intenção de voto. O Polivalente Futebol Clube do Palanca, que havia apostado na primeira volta, decidiu atribuir o voto a outra lista.

O "comportamento desaconselhável" de Domingos Ferraz provocou indignação à população votante. Para os presentes, "é um desrespeito aos clubes" a que se propôs dirigir.

Shaily Daniel Capindissa tem um grupo de 19 membros. Na Mesa da Assembleia foi eleito Francisco Furtado Gonçalves (presidente), Fátima Reis (vice-presidente) e Henrique Huime (secretário). Na Direcção está Shaily Capindissa (presidente), José Ricardo (vice-presidente), Marisa Reis Fernandes (secretária-geral) e os vogais Tobias Nandjungo, Edna Gomes, António Pinheiro e António Mucuna.Luís Silva Neto é o presidente do Conselho Fiscal, coadjuvado por Maria do Nascimento (vice-presidente) e Helga Fumuassuca (secretário).

O Conselho Jurisdicional é dirigido por Maria do Rosário Nobre, coadjuvado por Adelino Alberto (vice-presidente) e Pascoal Chingambo (secretário). O Conselho de Disciplina é presidido por Narciso Cariango, Aluísio Mandembwe (vice-presidente) e Jacinto da Cruz Andrade (secretário).

CANDIDATO CERTO
O director para as outras modalidades do 1º de Agosto, Jonas Chindondo, considerou de transparente as eleições que conduziram Shaily Capindissa ao cargo de presidente da Associação Provincial de Xadrez de Luanda. Para si, "o processo eleitoral foi normal, a decisão é a mais acertada e a escolha foi na base da transparência".Jonas Chindondo desenha um novo quadro do xadrez de Luanda.

"Acredito que o xadrez vai ganhar um outro rosto. Os próximo quatro anos vão ser melhor que os anteriores. Pelo projecto apresentado pelo candidatado vencedor, acredito que vai haver mais organização e os xadrezistas vão beneficiar de mais competição", diagnosticou.O dirigente do Rio Seco prometeu mais organização no departamento de xadrez do clube militar."O 1º de Agosto vai ser um parceiro activo da organização que a Associação pretende implementar em Luanda. Vamos fazer o nosso papel para facilitar o engrandecimento da modalidade", concluiu.

OSVALDO NETO
LAMENTA

O vice-presidente do Polivalente Futebol Clube do Palanca, Osvaldo Neto, lamentou o comportamento apresentado por Domingos Ferraz.  "É uma pena que no derradeiro momento do processo de renovação de mandato dos corpos sociais da Associação Provincial de Xadrez de Luanda, o concorrente Domingos Ferraz furtou-se de terminar o acto. Enquanto aguardávamos pela sua presença, abandonou-nos sem uma prévia comunicação", lamentou.

Osvaldo Neto reconheceu lisura no procedimento eleitoral.
"Foi um acto normal. A Comissão Eleitoral soube conduzir as eleições. Não há ilegalidade. O vencedor foi merecedor. Os três votos a favor é uma demonstração de transparência e de confiança total ao projecto de Shaily Daniel Capindissa ", assegurou.

O secretário geral da Macovi Sport Club, José João, afirmou que "venceu o candidato da massa associativa e os clubes de Luanda há muito esperavam pela mudança na Associação Provincial de Xadrez". José João sustentou que "os atletas perderam as competições regulares e a Associação deixou de exercer o seu verdadeiro papel".A desistência do Domingos Ferraz foi interpretada como uma derrota antecipada.

"O líder da lista A foi inteligente e evitou a derrota humilhante pela via de votos. Os clubes escolheram a mudança", apostou.A Macovi promete apoio a nova direcção eleita."Vamos ajudar a associação para tornar o xadrez mais dinâmico. A associação deve manter uma estreita relação com os clubes para devolvermos os grandes torneios em conjunto ", anunciou.