Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Sharapova culpa preparação

22 de Janeiro, 2014

Tenista russa culpa a alta de preparação e momentos de instabilidade no afastamento na Austrália

Fotografia: AFP

A russa Maria Sharapova voltou a ter dificuldades de jogar ao mais alto nível, na rodada de segunda-feira do Open da Austrália, e acabou eliminada nos oitavos de final do torneio. De acordo com a atleta, terceira colocada no ranking mundial, os momentos de instabilidade no torneio e a derrota contra a eslovaca Dominika Cibulkova foram as causas devido à  curta preparação.Sharapova ficou fora da parte final da temporada de 2013 por conta de uma lesão no ombro e este ano antes do Open da Austrália, jogou apenas o Premier de Brisbane, em que foi derrotada nas meias-finais por Serena Williams. No Grand Slam de Melbourne, enfrentou problemas na segunda rodada, em que precisou de 3h30min para passar pela italiana Karin Knapp, e também na fase seguinte, contra a francesa Alize Cornet.

“Com certeza que eu gostava de ter jogado um pouco mais antes de um Grand Slam, mas essa foi a possibilidade que tive. Sou esperta o suficiente para aproveitá-la e saber que ainda por cima sou muito sortuda por ter entrado na chave e ter a sorte de vencer”, afirmou Sharapova.No duelo contra Cibulkova marcou 3/6, 6/4 e 6/1, a tenista russa também sofreu com problemas físicos. Depois de perder a segunda parcial da partida, pediu atendimento médico devido a um incómodo muscular na região do quadril e não conseguiu mais equiparar o seu jogo ao da adversária.

“As dores e incómodos acontecem quando se passa muito tempo na quadra, e precisa de superar-se. Não é uma ciência muito complicada. Quando se joga muito, sente-se essas dores em alguns movimentos ”, explicou a russa, a minimizar a importância da lesão no resultado final. “Não estava a jogar o meu melhor ténis no torneio, mas dei um jeito nos últimos dois jogos. Na segunda-feira tentei fazer isso, mas ela jogou muito bem”.

TÉNIS
Ana Ivanovic cai nas mãos de Bouchard


A sérvia Ana Ivanovic perdeu ontem por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 7/5 e 6/2, com a canadense Eugenie Bouchard, no jogo dos quartos de finais do Open da Austrália, em Melbourne. A ex-número um do ranking foi supreendida pela jogadora de 19 anos, que chega pela primeira vez às meias-finais da carreira e do primeiro Grand Slam da época de 2014.Ana Ivanovic embalada depois de eliminar nos oitavos de final a norte-americana Serena Williams, líder do ranking mundial e grande favorita ao título,  não conseguiu manter o embalo diante de Bouchard, a sua algoz na segunda ronda de Wimbledon da época passada. Bouchard joga a chave principal do Open  da Austrália pela primeira vez, depois de estrear-se  nos maiores torneios do circuito profissional na época passada. Em 2013, jogou a  Roland Garros, em que caiu na segunda ronda.

Em Wimbledon   perdeu na terceira ronda e no Open dos Estados Unidos  passou da estreia, mas caiu na fase seguinte.Na sua primeira meia-final de Grand Slam, Eugenie Bouchard tem pela frente uma das favoritas à luta pelo título, a chinesa Na Li. Com as eliminações precoces de Serena e Maria Sharapova, a asiática é a tenista com o segundo melhor ranking ainda  no torneio, atrás apenas da bielorrussa Victoria Azarenka, vice-líder da lista da WTA e bicampeã em Melbourne.

NA LI PASSEIA
SOBRE ITALIANA


A italiana Flavia Pennetta, número 29 do mundo, não foi emulação para Na Li, número 4, nos quartos de final do Open  da Austrália. Com um duplo 6/2, a chinesa chegou às meias-finais da competição em 1h09min.No primeiro set, Na Li logo mostrou a Flavia que não se divertia na quadra, quebrou o saque da rival nos jogos  um , três e cinco. A seguir, a chinesa desperdiçou duas oportunidades de fazer um pneu, mas confirmou o serviço para fazer 6/2.No segundo set, a chinesa voltou a dar oportunidades mínimas à italiana. Quebrou o saque de Pennetta duas vezes e confirmou todos os seus serviços para fazer mais um 6/2 e vencer por 2 sets a 0.

TOMAS BERDYCH
ELIMINA FERRER


O checo Tomas Berdych mostrou mais uma vez que inicia a época do circuito profissional de ténis em grande fase técnica. Ontem, derrotou o espanhol David Ferrer por 3 sets a 1, com parciais de 6/1, 6/4, 2/6 e 6/4, e classificou-se à meia-final do Open da Austrália, primeiro Grand Slam do ano.David Ferrer, terceiro colocado do ranking mundial, foi o primeiro tenista a tirar sets de Berdych no torneio disputado em Melbourne. Nas quatro ronda iniciais, o checo passou pelos seus adversários com ampla superioridade, sem perder parciais ou ter o seu serviço quebrado. Como esperado, Berdych encontrou mais dificuldades diante de Ferrer, semi-finalista da edição passada do Open  da Austrália. O checo chegou a ter domínio do jogo, sobretudo, nos dois primeiros sets, mas diminuiu a intensidade dos golpes e a movimentação na terceira parcial, dando oportunidades para o espanhol  reerguer-se  no jogo.

Conhecido pelo espírito de luta, David Ferrer venceu o terceiro set e teve oportunidades de jogar à frente do marcador também no quarto parcial, mas Berdych fez uso do seu bom saque quando foi preciso e conseguiu a quinta vitória consecutiva em Melbourne.É a primeira vez que Tomas Berdych chega à meia-final do Open da Austrália, único torneio de Grand Slam em que não havia atingido essa fase. O seu próximo adversário sai do duelo entre Novak Djokovic e Stanislas Wawrinka. Até  ao fecho da edição, desconhecia-se o resultado.

Breve
Almagro presente no Brasil


Maior campeão da história do Open do Brasil (ATP 250 de São Paulo), o espanhol Nicolás Almagro (14º do ranking mundial) está confirmado na edição de 2014 do torneio. O tenista, que é tricampeão, confirmou a presença na competição que acontece entre 22 de Fevereiro a 2 de Março, no Ibirapuera. Declaradamente apaixonado pelo Brasil, Almagro também vai jogar o Open do Rio de Janeiro (ATP 500 do Rio), no início de Fevereiro. “É sempre especial ter a oportunidade de jogar num torneio que ao longo dos anos traz-me tantas alegrias. Quero muito voltar a São Paulo e rever o Open Brasil 2014 os fãs brasileiros de ténis”, disse o espanhol. O alemão Tommy Haas (12º) também confirmou presença, na semana passada, no ATP 250 de São Paulo. Haas sofreu uma lesão no ombro e pode ser uma dúvida.