Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Sharapova foi eliminada

25 de Outubro, 2014

Tenista russa averba segunda derrota em Singapura e perde a oportunidade de liderar o Ranking Mundial

Fotografia: AFP

A tenista russa Maria Sharapova viu esfumar-se na passada quinta-feira a possibilidade de terminar o ano como líder do ranking WTA, ao perder por 6-3 e 6-2 com a checa Petra Kvitova nas WTA Finals.

Sharapova precisava de atingir pelo menos a final em Singapura para fechar 2014 como número um do mundo, averbou a segunda derrota no grupo branco da competição, depois de já ter perdido na estreia com a dinamarquesa Caroline Wozniacki, por 7-6 (7-4), 6-7 (5-7) e 6-2.

Apenas a vitória sobre Kvitova mantinha Sharapova, actual número dois mundial, com perspectivas de ultrapassar a norte-americana Serena Williams, líder do ranking feminino, mas a russa cedeu em apenas dois sets em 1:15 horas.

Serena Williams até tinha oferecido na quarta-feira a Sharapova a motivação que a russa necessitava, ao perder com a romena Simona Haleppor 6-0 e 6-2, a derrota mais pesada sofrida pela norte-americana em 16 anos.

Entretanto, Serena Williams ainda tem hipótese de defender o troféu que ergueu em 2012 e 2013, Sharapova já está eliminada ao fim de dois encontros, falha a tentativa de vencer em Singapura pela segunda vez, uma década depois de ter conquistado o único título.

A tenista russa até entrou da melhor forma, impôs-se nos dois primeiros jogos, mas Kvitova venceu os cinco seguintes e acabou por fechar o parcial em 6-3, tendo desse modo lançado as bases para o primeiro triunfo sobre Sharapova desde 2011.

No segundo set, uma nova sequência de cinco jogos consecutivos colocou a checa muito perto de fechar o encontro, o que aconteceu ao terceiro match point, depois de uma ligeira reacção de Sharapova, durante a qual conseguiu quebrar uma vez o serviço da adversária.

Momentos antes, Wozniacki tinha batido a polaca Agnieszka Radwanska também em dois parciais, por 7-5 e 6-3, com isso garantiu o apuramento para as meias-finais, onde conta com a companhia da adversária de hoje ou de Kvitova.

SERENA MAIS PRÓXIMA
A número 1 do mundo, Serena Williams atropelou a canadense Eugenie Bouchard por 2 sets a 0, com um duplo 6/1, em apenas 57 minutos de partida, na terceira jornada do grupo vermelho do WTA Finals.

Com esse resultado, a norte-americana chegou à sua segunda vitória em três partidas e está bem próxima das meias-finais. Bouchard, por sua vez, perdeu todos os jogos e está eliminada da competição. Foi a segunda vez que as duas se enfrentaram. Em ambas as vezes, Williams saiu a vencer.

Os números traduzem o que foi a partida. A americana conseguiu cinco aces, contra nenhum da canadense, um aproveitamento de 68 por cento no seu primeiro serviço, diante de 56 por cento da adversária, que também errou mais. A canadense cometeu sete duplas faltas e foi quebrada cinco vezes pela melhor tenista do mundo.

Fabiano confirma
favoritismo em Belém

O brasileiro Marcos Dias bem que tentou. Com um jogo agressivo, arriscou tudo, conseguiu dificultar, mas não conseguiu evitar a vitória do principal favorito ao título do Santos Brasil Tennis Cup, Fabiano de Paula. O carioca garantiu vaga na semifinal venceu por 6/3 e 6/4 com um grand-willy no último ponto. O seu adversário vai ser o também experiente Caio Zampieri.

"O Marcos veio com uma estratégia diferente, mais agressivo, arriscou mais do que devia, então foi uma partida boa, porque tive de recuperar as quebras, superar a interrupção por causa da chuva, mas acho que no essencial foi bom, consegui no final, ganhar”, explicou De Paula.

Zampieri e Daniel Dutra Silva reviveram a final da última semana no future de Fernandópolis. E Zampieri descobriu a forma de ganhar de Danielzinho, conquistou  a segunda vitória consecutiva, desta vez por 6/3 e 6/2, acumulou  oito vitórias seguidas na série future. “Foi um jogo duro, mas estou com um embalo bom, um ritmo muito bom e acho que estou a aproveitar a confiança e jogar bem nos momentos importantes”, disse Zampieri.

Os dois esperam um duelo equilibrado. "Para amanhã, é concentrar cada vez mais, usar o poder da concentração a meu favor, para não desperdiçar nenhuma chance.