Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Sharapova joga dupla na Fed Cup

06 de Fevereiro, 2016

Sharapova longe de participar assiduamente na competição feminina entre nações

Fotografia: AFP

Com alguns desentendimentos à mistura, entre a federação e a russa Maria Sharapova, ficou confirmada a sua participação na primeira ronda da Fed Cup, que acontece neste fim -de -semana. Entretanto, a “número 6” do mundo vai defender a sua equipa apenas nas duplas, indicada para jogar ao lado de Darya Kasatkina.

Confronto válido para a primeira jornada do Grupo Mundial, a Rússia encara a Holanda para a ronda inaugural da competição, no piso sintético e coberto de Moscovo. Quem vai abrir o confronto vai ser a local Ekaterina Makarova, que vai medir forças com Kiki Bertens e na sequência, Svetlana Kuznetsova e Richel Hogenkamp.

Os embates invertem-se  amanhã, domingo, quando também acontece a partida de duplas. Esta é a primeira vez que russas e holandesas se encaram pela Fed Cup, competição na qual a Rússia tem quatro títulos (2004, 2005, 2007 e 2008). A Holanda volta à elite pela primeira vez desde 1998.

Embora seja a russa de maior sucesso nos últimos anos no circuito, Sharapova não é uma assídua participante da principal competição feminina, entre nações. No ano passado ela jogou duas vezes, ajudou a sua equipa a passar para os quartos - de - final com duas vitórias e repetiu o feito na final contra as checas, mas  não foi suficiente para levar a Rússia ao título.

Desde que começou a jogar como profissional, a siberiana esteve presente em apenas cinco confrontos. Além dos dois no último ano, Sharapova jogou uma vez em 2012, contra a Espanha, outra em 2011, quando averbou a última derrota na Fed, perdeu em sets directos para a francesa Virginie Razzano, e a primeira delas em 2008 diante de Israel.

Ao todo são sete vitórias e apenas uma derrota nas seis participações de Sharapova. Curiosamente, esta vai ser a primeira vez que Sharapova vai jogar nas duplas, facto raro na sua carreira. A sua última aparição numa partida de duplas na WTA foi em 2009, em que caiu na primeira ronda em Indian Wells, ao lado da compatriota Elena Vesnina.Uma vitória, então nas duplas, faz mais tempo ainda. Foi em 2004 que Sharapova triunfou pela última vez a actuar ao lado de alguém, conquistou o WTA de Birmingham junto da compatriota Maria Kirilenko. Ela tem outros dois títulos nas duplas (Luxemburgo e Tóquio, ambos em 2003) e um vice -campeonato em Memphis (2004).


WTA
Jogos Olímpicos sem pontos no ranking mundial


A WTA, organização que rege o ténis feminino, confirmou que as Olimpíadas de 2016 não vão valer pontos no ranking mundial. Anteriormente, a ATP que comanda a categoria masculina, também havia anunciado que não ia haver pontuação para a competição entre os homens.

A organização feminina divulgou no seu site oficial, as regras para os Jogos no Rio, em Agosto. Além de não conceder pontos, a WTA obriga  as jogadores que tenham feito parte da equipa do seu país na última convocatória para a Fed Cup, competição por nações, antes do torneio.

Recentemente, a russa Maria Sharapova foi ameaçada pela Federação Russa de Ténis de ser impedida de participar das Olimpíadas, caso desistisse de defender o país no torneio.

Por fim, a actual “número 6” do ranking anunciou que vai jogar a partida de duplas, em duelo contra a Holanda. Outra mudança anunciada pela WTA é sobre o formato das partidas. Até os Jogos de Londres, em 2012, o último set não tinha tie-break, e o jogo só se encerrava quando uma das jogadoras conseguisse a quebra de saque. Para a competição no Rio, todos as parciais vão ter tie-break se a partida chegar a 6/6.