Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Silva supera etapa de fundo

Álvaro Alexandre - 26 de Maio, 2013

A corrida ganhou dimensão de interprovincial, sendo Luanda e Kwanza-Norte as regiões percorridas pelos 30 ciclistas da capital. Os atletas partiram às 8h00 do Km 30, nas redondezas da vila de Catete e terminaram a prova muito próximo do município do Dondo, no Kwanza-Norte.
Na ponta final, o duelo foi travado entre o conceituado ciclista Igor Silva e o irmão Walter. A pedalada mais eficiente foi do segundo, que cortou a meta à frente com cerca de três minutos de diferença em relação a Igor, segundo classificado com 3h51min35s.

Nas posições imediatas ficaram Osvaldo Walter, do Benfica; Dário António, da Escola David Ricardo; Osvaldo Jacinto, do Santos; Cruz Tutu, da Escola David Ricardo; e Nelson Evaristo, da Escola David Ricardo.
A última etapa do Campeonato Provincial de Ciclismo de Luanda disputa-se hoje, às 8h00, no Largo da Independência. Os ciclistas do Benfica, Escola David Ricardo, Santos, Núcleo do Cazenga, do Rangel e do Kilamba Kiaxi vão disputar o circuito fechado de 10 km.

O Provincial arrancou na passada quarta-feira com uma etapa de contra-relógio individual de 30 km, com a velocidade de 42,47 km/h. O vencedor foi Igor Silva, do Benfica, com 42min09s. A Escola David Ricardo conquistou a prova de contra relógio por equipas de 40 km, com o tempo de 53min57s.


Breve

Di Luca é um caso de dependência

O diretor da Volta a Itália, Michele Acquarone, disse na sexta-feira que o positivo por EPO do ciclista italiano Danilo Di Luca se deve a “um caso de dependência”. “Acredito num corredor que me olha nos olhos e me diz ‘errei’. Mas, quando ele reincide, para mim trata-se de uma dependência. É um rapaz que precisa de ajuda”, defendeu. Para o director do Giro, foi “estúpido” da parte de Di Luca não perceber que “a música mudou”. “Trata-se de um ciclista antigo que não conseguiu perceber que o mundo do ciclismo já não é o mesmo”, completou Acquarone, que não se arrepende de ter convidado a equipa Vini Fantini para a sua prova e que não exclui processar o veterano de 37 anos.