Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Simo Manuel tem motivao especial

Silva Cacuti - 01 de Fevereiro, 2018

Vencedor da So Silvestre ambiciona repetir trofu

Fotografia: Vigas da Purificao| Edies Novembro

A recente conquista da tradicional corrida de fim -de -ano, a São Silvestre de Luanda, aumentou a responsabilidade e tornou-se uma motivação especial para que Simão Manuel, atleta do 1º de Agosto, que reside na Gabela, Cuanza-Sul, trabalhe para reconquistar a meia -maratona \"Fuga para a Resistência\", que se disputa em Caxito a 4 de Fevereiro.
O ano de 2017 trouxe para o fundo nacional um novo nome: Simão Manuel abriu o ano com a conquista da meia-maratona de Caxito e encerrou com a surpreendente vitória na São Silvestre.
Agora, o atleta quer \"marcar território\" e manter-se na mó de cima. Tudo começa agora novamente em Caxito.
\"O Simão está nos últimos dias da preparação. Tudo está a correr bem. Está motivado, depois da vitória na São Silvestre de Luanda\", revelou Eurico Albano \"Lulú\", técnico que orienta o fundista.
Lulú referencia Simão Manuel como um jovem muito disciplinado e trabalhador, que \"está sempre interessado em cumprir com a planificação do treino\". O treinador lembra que Simão Manuel começou como velocista.
\"Já efectuou provas de 400, 800 e 1500, mas não teve muito sucesso. Com o tempo, apercebi-me de que ele leva mais jeito para o fundo. Feita a mudança, felizmente, estão a aparecer os resultados\", concluiu.
Toda a preparação do antigo velocista, de 23 anos, está a decorrer na Gabela. Amanhã, em princípio, o atleta na companhia de outros representantes do clube militar que trabalham naquela localidade, desembarcam em Luanda para a disputa da meia -maratona.
Da Gabela vêm também Josefina Baptista e Severino Vicente para correr com as cores do 1º de Agosto.

Inscrições
terminam amanhã

A oitava edição da meia -maratona \"Fuga para a Resistência\" tem tudo a postos para sair à rua. A garantia é de Gertrudes Sepúlveda \"Gegê\", vice -presidente da Federação Angolana de Atletismo que trabalhou ontem na cidade de Caxito, para junto da comissão organizadora aquilatar a prontidão do evento.
A responsável disse à nossa reportagem que as inscrições prosseguem até amanhã nos locais habituais.
\"A intenção é inscrever acima de 1500 corredores\", disse.
Além de troféus e medalhas, a prova vai premiar em numerário. O maior prémio é de 250 mil kwanzas para os primeiros classificados.
A organização prevê colocar um posto de refrescamento, a cada dois quilómetros, e já sinalizou os locais no percurso. Este ano, a prova começa a partir do desvio da Barra do Dande e tem a meta final no Estádio Municipal do Dande.
\"Este percurso traz a prova para o casco urbano e permite aos munícipes assistirem e até ovacionarem os corredores\", disse Gegê.
A Fuga para a Resistência, inserida nas comemorações do 4 de Fevereiro, prevê a meia maratona para atletas federados (21 quilómetros), uma prova de 10 km para populares. Está ainda prevista uma prova paralímpica da classe T54 (3 Km, com largada na nova Agrolíder). Todas as provas terminam no Estádio.
Na edição passada, Simão Manuel, atleta do 1º de Agosto, venceu com o registo de 1h10min2s. Bastos Filipe e Venâncio Tchingombe (Petro de Luanda) cronometraram 1h10min12s e  1h10min20s na segunda e terceira posições do pódio.
Na classe feminina, a prova foi ganha por Adelaide Machado (Interclube) com o tempo de 1h25min10s.