Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Sport Lubango e Benfica ensaia defesa do ttulo nacional

Gaudncio Hamelay, Lubango - 05 de Outubro, 2019

Fotografia: Edies Novembro

Determinados a revalidar o título de campeão nacional na competição a decorrer de 9 a 10 de Novembro, na cidade de Lubango, o Sport Lubango e Benfica treina à porta fechada para ensaiar as técnicas de combate. A equipa da Huíla pretende oferecer ao público anfitrião o troféu mais cobiçado da época 2019 de taekwondó.
Em conversa com o Jornal dos Desportos, o campeão nacional Manuel Uyango pretende repetir a proeza na categoria de -58kg. Dotado de largas experiências nas competições nacionais e internacionais, assegurou que a preparação decorre a bom ritmo para defender o título que a Academia ostenta há dois anos consecutivos.
"Vamos lutar em casa e aqui mandamos nós. Não podemos decepcionar os mestres e o público amante da arte. A preparação decorre para defendermos o título de campeão nacional pela terceira vez consecutiva", justificou.
Manuel Uyango está convicto de que o 1º de Agosto é o adversário "mais preocupante" na categoria de -58kg por dispor de "atletas muito fortes". Contudo, manifestou a confiança de os vencer.
"Prometo vencê-los, pois tenho a confiança e fé", frisou.
Na categoria de -68kg, Mário Tchipalanga ambiciona repetir a proeza e manter o título de campeão nacional para o orgulho da equipa encarnada.
"Quero deixar o clube e a província orgulhosa de mim. Fruto disso, estamos a trabalhar para imobilizar os adversários", prometeu.
Mário Tchipalanga aprimora a resistência física e disse que os taekwandistas locais possuem vantagens comparadas a outros participantes devido ao factor clima e altitude.
"O clima vai facilitar-nos e vai complicar os nossos adversários. A Huila está numa altitude superior a demais províncias, o que constitui um problema para eles", disse.
Leonardo Boliasso quer surpreender na categoria de -54kg."Podem esperar de mim o melhor, pois estou com algumas alterações no nível competitivo graças ao apoio que recebo do meu mestre. As dificuldades estão a ser superadas", disse.
Boliasso assegura que "nem tudo está garantido para ser outra vez campeão nacional", mas trabalha para o ser. De momento, as atenções estão viradas ao estudo das capacidades técnicas e tácticas dos adversários.
"Os adversários vêm ao Lubango com valências competitivas superiores a do ano anterior. Por isso, vão procurar derrubar-nos em nossa casa", disse.