Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Sporting do Lubango aprimora técnica

Gaudêncio Hamelay, no Lubango - 29 de Dezembro, 2014

A equipa de andebol procura conquistar troféu da prova nacional para coroar época desportiva

Fotografia: Ndombele Bernardo

A equipa feminina do Sporting Clube do Lubango em juvenil trabalha nos aspectos técnicos e tácticos visando os campeonatos nacionais de andebol, que a cidade do Lubango alberga de 5 a 15 de Janeiro de 2015, no complexo turístico e desportivo de Nossa Senhora do Monte. A preparação da equipa campeã provincial da Huíla decorre em sessão bi-diária no pavilhão dos leões.

O treinador principal, Idelfonso Chiviti, afirmou que na recta final da preparação, a equipa aprimora os dribles, passes, remates, ataque, contra-ataque e a defesa. As debilidades técnicas de algumas jogadoras continuam a ser superadas desde que começou o estágio no Clube do Sporting do Lubango.
Para o técnico, o estágio não só serve para testar as competências técnicas, mas também para cimentar a inter-acção e a amizade entre as atletas.

“É um factor importante para o conjunto, porquanto pretendemos que façam um bom campeonato nacional”, disse. O trabalho psicológico substitui os jogos de controlo da equipa do Lubango. A equipa técnica optou por dialogar com as atletas e incutir-lhes o pensamento de que “as equipas são diferentes e têm os seus erros”.

O Sporting Clube do Lubango depara-se com dificuldades de testar os níveis de competitividade do grupo e de observar os sistemas tácticos. No Lubango, não há equipas para facilitar a preparação do conjunto verde e branco. Idelfonso Chiviti assegurou que acautelaram as atletas a fazer um jogo de cada vez para que possam representar com dignidade a província da Huíla.

A concentração ao máximo e o domínio dos aspectos ofensivos e defensivos devem marcar os jogos do Sporting do Lubango, conforme o treinador.
O grupo vai ser dispensado amanhã para reunir-se com as famílias na passagem de fim de ano e retoma o trabalho e a concentração a partir do dia 3 de Janeiro de 2015.

MAGISTÉRIO PRIMÁRIO
ALBERGA DELEGAÇÕES

A cidade de Lubango está a criar as condições para albergar os campeonatos nacionais de juvenis de 6 a 15 de Janeiro, de acordo com  o presidente da Associação Provincial de Andebol da Huíla, Zeca Zumbelo. O responsável informou que as equipas começam a desembarcar no próximo dia 2 de Janeiro de 2015 e ficam alojadas no Complexo Escolar 14 de Abril e no Magistério Primário, no bairro Nambambe.

Algumas unidades hoteleiras estão disponíveis para albergar as equipas que se recusam a estar nos locais escolhidos. Os preços vão ser subvencionados.
Zeca Zumbelo assegurou que pretendem oferecer “boa acomodação” às 36 equipas participantes. Até ontem, a província do Cunene era a única que não tinha confirmado a participação na prova nacional.
A Huíla faz-se representar no campeonato juvenil feminino pelas equipas Sporting do Lubango e Águia Sport Tchicafa do Calumbiro.

PREPARAÇÃO
Ansiedade acossa atletas huilanas


A ansiedade tomou conta das atletas do Sporting Clube do Lubango, quando falta pouco menos de uma semana para o arranque do campeonato nacional de juvenil feminino, na cidade capital da província da Huíla. A confiança de uma prestação condigna contagia o grupo liderado por Idelfonso Chiviti.

A capitã da equipa, Merci Billi, disse que o grupo vai apresentar-se melhor que no campeonato realizado na província do Namibe. A adolescente sustentou que a equipa “não é muito experiente, mas almeja fazer o melhor”. Isso, passa pela satisfação das expectativas dos adeptos huílanos.
A entrega aos treinos reflecte o esforço colectivo para o alcance do título nacional, conforme Merci Billi. Na qualidade de capitã, transmite às companheiras mensagens de encorajamento todos os dias.

“A competição não vai ser fácil, porquanto vêm equipas de topo nacional, mormente, Benguela e Luanda”, disse. Merci Billi assegurou que sendo anfitriãs dos campeonatos nacionais, vão inverter o favoritismo atribuído às equipas de Luanda e de Benguela, principais pólos de desenvolvimento no país. “Temos de mostrar diferente e as nossas acções em campo devem reflectir que o andebol é desenvolvido também na Huíla”, disse.

O desafio é árduo. Até à abertura da prova, Merci Billi disse que o trabalho de preparação vai exigir “mais pressão, determinação e valorização do pensamento colectivo” para alcançar os objectivos. A capitã da equipa verde e branca do Lubango envia mensagem às equipas adversárias: “não queremos dar o campeonato de mão beijada”.

As dificuldades são acrescidas para as equipas de Luanda e de Benguela, porque “se Deus quiser o título vai ficar no Lubango”. A meia-distância Edma Chachilala ressaltou que o Sporting do Lubango vai entrar na prova nacional “com mais atitude para conquistar os troféus”, depois de ganhar experiência nos primeiros campeonatos. A jovem atleta disse que no seio da colectividade reina muita motivação para obter bons resultados em casa. “Queremos aparecer bem na nossa província”, disse.

O sentimento de desforra está cravado no seio do grupo huílano. Edma Chachilala disse que o Electro do Lobito e a Casa Pessoal do Porto do Lobito são as equipas que mais a preocupam por tudo que fizeram no campeonato passado. Contudo, estão preparadas para o que vier a acontecer no final do campeonato.
GAUDÊNCIO HAMELAY- LUBANGO

FORAMAÇÃO
Atletas despontam
da “Flor do Amanhã”


O Projecto de massificação denominado “Sporting Flor do Amanhã,” implementado a cerca de dois anos, já começa produzir resultados desejados. O projecto está virado para a captação de novos talentos de andebol para o clube, movimenta 90 atletas desde iniciados (5 aos 13 anos), juvenis (14 aos 17 anos) e juniores (8 aos 20 anos de idade), conforme Idelfonso Chiviti, treinador de andebol no Sporting do Lubango.

“Desde que foi implementado, já temos alcançado bons frutos. Alguns atletas foram convidados a integrar clubes da província do Namibe e vão fazer parte nesse campeonato nacional. Outros vão ser lançados para clubes de referência do país”, disse. Idelfonso Chiviti sublinhou que as principais intenções da agremiação leonina é lançar as jogadoras ao mais alto nível da competição nacional. Os valores despontados no projecto Sporting Flor do Amanhã participam nos campeonatos seniores, como preparação para o campeonatos de juniores aprazado para 2016.
GAUDÊNCIO HAMELAY- LUBANGO