Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Sporting do Lubango aposta na formao

Gaudncio Hamelay, no Lubango - 04 de Março, 2016

Dirigente destacou a contribuio que a agremiao est a dar na massificao do desporto a nvel da provncia

Fotografia: Jos Soares

A aposta nas camadas de formação nas diferentes modalidades que movimentam a agremiação leonina, constitui uma das prioridades do novo corpo directivo do Sporting Clube do Lubango, reeleito em assembleia-geral de renovação de mandatos, para o quadriénio de 2016-2020.

Constam ainda no plano de acção do elenco dirigido por Rui Humberto Teles conseguir patrocinadores a nível da província para cada uma das modalidades e a reestruturação das disciplinas por escalões.

O novo elenco eleito recentemente, tem pela frente o desafio de promover uma campanha de angariamento de sócios e persistir na conclusão do campo de futebol que constitui uma grande preocupação para agremiação.

 Na ocasião Rui Humberto Teles, presidente de direcção do Sporting Clube do Lubango reconduzido no cargo considerou de positivo o trabalho desenvolvidos nos últimos 4 anos.

 “O balanço do trabalho dos últimos 4 anos, podemos considerar de positivo embora com algumas dificuldades neste processo já que o clube não tem grandes patrocinadores e nem dinheiro, mas vivemos sempre em cima da corda no fim da lavagem com se costuma dizer”, avaliou.

 Rui Humberto Teles destacou a contribuição que a agremiação está a dar na massificação do desporto a nível da província e pela quantidade de atletas nas diversas modalidades.  O Sporting Clube do Lubango movimenta um total de 450 atletas nas modalidades de andebol, basquetebol, o ténis de mesa e de campo, ginástica, karaté shotokan JKA, capoeira, voleibol e futebol nos escalões de iniciados, juvenis, cadetes e juniores, em ambos sexos.

“Conseguimos movimentar um total de 450 atletas nas diversas modalidades que o clube tem. Umas com resultados menos positivo como foi o andebol, ténis de mesa, ginástica principalmente estas modalidades foram as que mais contribuíram para o positivismo da nossa gestão neste ciclo olímpico”, ressaltou o dirigente.

Rui Teles informou que o clube tem sobrevivido graças ao patrocínio oficial da empresa Auto-Peças. “Gostaria de aproveitar a oportunidade para elogiar o gesto da empresa Auto-Peças que decidiu desde a primeira hora nos apoiar”, sublinhou.  Para além do patrocínio da empresa Auto-Peças, acrescentou o dirigente, algumas receitas que fazem a nível de alugueres, para além do contributo das pessoas que encabeçam a direcção do clube para ajudar nesta tarefa que nos propusemos fazer.

 Reconheceu ser muito difícil gerir o clube principalmente com a quantidade de atletas existentes e a falta de apoios de ordem geral “até institucional não conseguimos ter porque há correntes que são contra o desenvolvimento desportivo”, disse.

 “Então, fica muito difícil conseguirmos realizar aquilo que pretendemos e melhorar a qualidade dos nossos próprios atletas bem como desenvolver tecnicamente todas as modalidades que movimentamos. A ginástica aeróbica é uma modalidade mais de lazer que também estamos a desenvolver”, admitiu.

A nível das infra-estruturas, especificou Rui Humberto Teles, conseguiu-se neste ciclo olímpico recuperar a sede do clube que há um tempo atrás tinha desabado o tecto do pavilhão com a ajuda do governo provincial da Huíla.

Avançou que a única coisa que não se conseguiu terminar é a cave do clube por ser um projecto a concluir neste novo mandato e o campo de futebol.

No basquetebol o Sporting do Lubango é detentor do terceiro lugar nos dois escalões (cadetes e iniciados) a nível provincial. No ténis de mesa, também é s campeão provincial e teve duas participações a nível nacional onde obtive o terceiro lugar em feminino e um quarto no sector masculino.


Apelo
Carmo quer maior empenho dos membros


O presidente da mesa da assembleia-geral do Sporting Clube do Lubango, Orlando Jorge do Carmo, pediu maior empenho aos novos membros eleitos no sentido de trabalharem para conseguir granjear mais apoios que sirvam de sustentabilidade para a massificação.

 Orlando Jorge do Carmo disse esperar que os próximos 4 anos pela frente sejam iguais aos outros que já passaram e reconheceu ser muito difícil manter o clube verde e branco vivo.

O dirigente agradeceu as todas pessoas que contribuem activamente para que o clube não morra e que muitos tenham capacidade para renascer das cinzas.

 “Estamos num bom caminho. Mas precisamos de ajuda de todos os sportinguistas e existem muitos no Lubango. Não é difícil ajudar este projecto.
Este é um projecto que não tem a ver com as cores do clube. Primeiro é um projecto social. Trabalhamos muito com crianças, deixamos os escalões seniores para trás, porque é onde se gasta mais dinheiro”, ressaltou.

 Orlando do Carmo definiu que a aposta do Sporting Clube do Lubango é nos jovens que são o futuro do nosso país.

 Reafirmou que o clube movimenta 450 jovens, por isso, defendeu, “vamos trabalhar para conseguir granjear mais apoios. Que as pessoas não vejam isso como um clube só, mas um projecto social acima de tudo que movimenta 450 crianças”, sublinhou.  Garantiu que durante o período que estiverem a representar o clube, têm algum alento na vida. “Poderemos estar aqui descobrir grandes profissionais, daí que vamos continuar a trabalhar e sinto-me orgulhoso de fazer parte desta direcção. Quando há fartura é fácil e quando há escassez ai é onde se vê realmente o que somos feitos”, afirmou.

Orlando do Carmo disse que todos sportinguistas desde a base a topo são verdadeiros heróis e exortou que os próximos 4 anos sejam como os outros. Sustentou que apesar de terem sido difíceis, mas mesmo assim, foram 450 crianças que o clube ajudou a tira-las num ambiente difícil e complicados onde apoiamos a serem felizes com a pratica desportiva.


Aposta
Minjud reconhece
empenho do grémio


A direcção provincial da Juventude e Desportos da Huíla, reconheceu que o Sporting Clube do Lubango é um grande impulsionador na massificação desportiva em todas modalidades a nível da província.

Eduardo Samuel José, responsável pela aérea de massificação da direcção da Juventude e Desportos da Huíla, que supervisionou o processo de renovação de mandatos, felicitou a direcção leonina por ser a primeira agremiação desportiva na província que realizou a sua assembleia-geral de renovação de mandatos.

 “É um processo que inicia hoje (segunda-feira) e futuramente vamos ter eleições de outros clubes. Mas agradecemos o Sporting que sempre nos deu glórias na massificação desportiva. E tem mais uma tarefa de 4 anos para cumprir. Desejamos boa sorte e que conduzam bem o barco do Sporting do Lubango”, apelou.

 Assegurou que para outros clubes as datas de renovação de mandatos estão marcadas, porque a direcção local dos desportos elaborou o devido calendários, porém espera que se cumpra com o estipulado por lei. No mês de Abril entramos noutro processo de renovação de mandatos para as associações. E os clubes que não cumpriram com as eleições ficam de fora”, alertou.
Gaudêncio Hamelay, no Lubango