Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Sporting do Lubango vence primeiro torneio

Gaudêncio Hamelay, no Lubango - 20 de Agosto, 2016

A segunda posição coube ao Benfica Petróleos do Lubango, ao somar 20 pontos e o Clube Desportivo da Huíla, com 10 pontos contentou-se com o terceiro lugar, numa competição que envolveu atletas com idades compreendidas entre os 11 aos 14 anos, em ambos sexos.

Com a realização deste torneio de esgrima, explicou Juka Fernandes, presidente da Associação Provincial dos Desportos Individuais local, está relançada uma nova modalidade na província da Huíla que movimenta já cerca de 45 praticantes em masculino e feminino.

“Lançamos com muitos sacrifícios por intermédio de jovens técnicos que participaram de uma acção formativa em Luanda. Estamos a trabalhar na mobilização para ver se conseguem fazer um trabalho de sensibilização junto das crianças a aderirem porque lançar uma nova modalidade não é fácil.

Mas conseguimos ter um número que nos pode satisfazer porque é uma modalidade nova e vamos continuar a trabalhar para possamos criar motivações nas crianças e jovens da província”, assegurou Juka Fernandes.

Esclareceu que passados 6 meses desde que se iniciou o processo de massificação da modalidade de esgrima a nível do município do Lubango é chegado o momento de os petizes exibirem as técnicas básicas do ABC de esgrima para posteriormente se tirar algumas ilações sobre o evoluir desta nova arte no seio dos praticantes.

“Com esta primeira prova queríamos incentivar os petizes e demonstrar o que conseguiram aprender durante os 6 meses do processo de aprendizado. Também vamos seleccionar os melhores para ver as possibilidades de participarmos no nacional da modalidade que brevemente podem ser anunciados pelo órgão reitor da modalidade no país”, referiu.

Juka Fernandes garantiu que daqui em diante o objectivo é não parar com o desenvolvimento da nova modalidade que desponta nestas paragens, por ter se notabilizado uma certa motivação no seio dos novos praticantes.

Juka Fernandes disse que modalidade numa primeira fase é praticada a nível do município sede (Lubango), devido a falta de material e acrescentou que para sua expansão para outros municípios torna-se difícil.
                  

VINTE ATLETAS
Huíla aposta na formação


Vinte atletas começaram quinta-feira, no Lubango, a ser formados na modalidade de esgrima, um acto inédito na província da Huíla, sob iniciativa da federação angolana da modalidade, em parceria com a associação provincial dos desportos individuais.

Na ocasião, o presidente da associação provincial dos desportos individuais, Juca Fernandes, considerou que a introdução da modalidade constitui uma mais-valia para o desenvolvimento e massificação do desporto na região.

Disse que fazem parte do projecto jovens com idades compreendidas entre os 11 e os 14 anos, provenientes de distintas escolas públicas e privadas da cidade do Lubango.

“Pretendemos continuar a incentivar as crianças e adolescentes no sentido de ter o gosto pela modalidade e participarem de torneios internacionais ou até nos Jogos Olímpicos”, disse.

Juca Fernandes referiu que o desafio passa por realizar campanhas de sensibilização nas escolas primárias em toda a extensão da província da Huíla, no intuito de persuadir os pais e encarregados de educação a incentivarem os seus filhos a praticarem a modalidade.


NAMIBE
Monitores de atletismo
actualizam o seu saber


 Monitores de atletismo participam desde quinta-feira numa acção formativa, no município sede de Moçâmedes, no âmbito da estratégia de actualização de conhecimentos para técnicos, com destaque para aqueles que treinam atletas dos escalões de formação.

Durante quatro dias, os participantes vão abordar temas como o perfil do monitor e bases de treinamento para jovens atletas.

Os participantes terão a parte prática na pista de atletismo do Estádio Joaquim Morais, onde vão aprimorar conhecimentos relacionados com as disciplinas de meio fundo, velocidade, salto, lançamento e marcha atlética.

Em declarações à Angop, o presidente da associação provincial de atletismo, Alfredo Alberto,  sublinhou que a formação visa capacitar técnica e cientificamente os monitores da modalidade, de forma a melhorar os resultados da província nas provas nacionais.

Participam na acção formativa 25 monitores provenientes dos cinco municípios da província do Namibe.