Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Stephen Curry pensa diferente sobre o gnero pelas duas filhas

30 de Agosto, 2018

53% das meninas desistem do desporto at os 17 anos, segundo uma pesquisa da marca Always em 2015, para a campanha \"Tipo Menina\".

Fotografia: AFP

Aos 30 anos de idade, Stephen Curry tem três títulos da Liga Profissional de Basquetebol Norte Americana, designada NBA, duas medalhas de ouro em Mundiais, várias outras conquistas e é considerado uma das maiores referências da modalidade da «bola ao cesto». Mas, mais do que tudo isso, Curry tem duas filhas. E são elas que estão a mudar a sua forma de pensar, sobre o mundo ao seu redor. Numa carta publicada no site \"The Player\'s Tribune\", o jogador da NBA revela as suas inquietações com o crescimento e desenvolvimento das duas meninas e reforça o seu papel, como pai e pessoa pública, na luta pela igualdade de género.\"Riley e Ryan estão a crescer muito rápido. (…) Eu estaria a mentir, se não admitisse que a ideia de igualdade para mulheres tenha se tornado mais pessoal para mim, nos últimos tempos e mais real também\", afirmou o astro em carta escrita para o \"The Player\'s Tribune\". Prosseguindo, o jogador da NBA disse: \"eu quero que minhas filhas cresçam a saber que não há limites para o seu futuros, e ponto final. Eu quero que elas cresçam, num mundo onde o seu género não traga um livro de regras, sobre o que elas deveriam pensar, ser ou fazer. E quero que elas cresçam, sabendo que podem sonhar alto e lutar por carreiras, onde serão tratadas igualmente\". Curry diz nesse mesmo texto, que uma das filhas já sonha em ser uma \"jogadora de basquetebol e cozinheira\". Mas se ela fizer parte da estatística da maioria, provavelmente desistirá, em breve, da primeira opção: 53% das meninas desistem do desporto até os 17 anos, segundo uma pesquisa da marca Always em 2015, para a campanha \"Tipo Menina\".