Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Sul-coreanos rejeitam dividir Olimpíadas

07 de Janeiro, 2015

Jogos de Inverno de 2018 decorrem em Pyeongehang

Fotografia: AFP

O Comité Organizador dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, que vão acontecer na cidade sul-coreana de Pyeongchang  pronunciou-se  ontem durante uma entrevista, a possibilidade de que a vizinha Coreia do Norte receba alguma das provas.

“Tendo em vista que a construção de todas as sedes de competições já estão em andamento, já deixamos claro que não tem sentido debater sobre a possibilidade de receber o evento de maneira conjunta”, disse o vice-presidente de Pyeongchang-18, Kwak Young-jin.

“De um ponto de vista realista, seria difícil organizar os Jogos Olímpicos junto com a Coreia do Norte”, acrescentou Kwak e  respondeu a sugestão feita pelo governador de Kangwon, província no noroeste do país onde fica Pyeongchang e faz fronteira com a Coreia do Norte.

Na segunda-feira, Choi Moon-soon, governador de Kangwon, disse que receber provas em que não fossem necessárias construções muito caras - como as de snowboard - na Coreia do Norte podia ajudar que os Jogos fossem “um símbolo de paz”.

O comité organizador de Pyeongchang-18 já havia negado no último mês que estivesse a receber pressão do Comité Olímpico Internacional (COI) para que fossem realizadas provas fora da Coreia do Sul para economizar custos.

A candidatura de Pyeongchang para receber o evento foi escolhida em 2011, bateu as de Munique, na Alemanha, e Annecy, em França, depois de ter sido derrotada em duas ocasiões anteriores