Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Supertaça proporciona regresso de Cassoma

Silova Cacuti - 11 de Fevereiro, 2016

Militares tencionam brilhar nesta época

Fotografia: Mota Ambrósio

 Depois de ter estado ausente das quadras durante toda a época passada, a pivot Albertina Cassoma, pode reaparecer a 26 do corrente na disputa da Supertaça Francisco de Almeida, em que a sua equipa, 1º de Agosto defronta o Petro de Luanda. As militares jogam na condição de campeãs nacionais enquanto o Petro de Luanda é a finalista vencida da Taça de Angola.

Em Fevereiro de 2015 Cassoma contraiu lesão no joelho esquerdo, enquanto disputava os campeonatos nacionais de juniores, foi submetida a intervenção cirúrgica, em Portugal, e teve um longo período de recuperação.

 A jogadora, 20 anos, participou em dois jogos da equipa júnior na recente disputa do Campeonato Nacional, em Benguela. Na ocasião, Cassoma denunciou falta de ritmo competitivo, mas pode ser opção para Filipe Cruz no jogo pontuável para a única competição cujo troféu as militares não têm na sua galeria.

Albertina Cassoma protagonizou em 2013 um feito inédito ao representar as selecções nacionais de cadetes, juniores e seniores nos respectivos campeonatos mundiais.

Outro elemento de expectativa está em volta da estreia da meia-distância Luísa Kiala no plantel militar, depois de ter deixado o Petro de Luanda.
Do lado do Petro de Luanda mantém-se a incógnita em relação à utilização da meia-distância Azenaide Carlos.

Segundo fontes próximas a jogadora é desejada no plantel do Progresso do Sambizanga e ainda não tem contrato com o clube tricolor. Azenaide Carlos já era dada como certa no 1º de Agosto, mas a equipa militar anunciou o fecho do seu plantel com a contratação de Luísa Kiala.

A Supertaça Francisco Almeida abre a época desportiva e, no sector masculino, vai ser jogada pelas equipas do 1º de Agosto, campeão nacional e o Interclube. A nova época desportiva vai ser marcada pela participação da Selecção Nacional sénior feminina nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Brasil.                                             
Silva Cacuti