Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Team Kwanza comanda prova

Álvaro Alexandre - 03 de Março, 2015

Campeonato nacional de pesca desportiva na cidade do Lobito foi fértil na captura de exemplares de bico e a concorrência está apertada

Fotografia: AFP

O Team Kwanza superou ontem, na Baía do Lobito,  os 39 concorrentes confirmados na primeira jornada da 11.ª edição do Lobito Big Game Fishing Tournament. A formação do comandante sul-africano Carlos Moran, ex-pescador dos Marlinheiros, garantiu a liderança com 19 exemplares de bicos capturados em dez horas na extensão marítima de dez a 40 milhas da costa de Lobito.

A ronda inaugural foi fabulosa em capturas de peixes de bico. As 40 equipas conseguiram pescar 222 exemplares, representando uma produção individual de 5,55. Capitão Gancho e Team Califórnia foram os únicos que não conseguiram pontuar.A confortante alegria dos integrantes do Team Kwanza foi oferecida pelo bom desempenho do Bernard Canradie, detentor de 11 exemplares, dos 19 capturados pela equipa.  A formação conseguiu acumular 7.950 pontos, mais de 775 que os Marlinheiros, actual segundo classificado com 7.175 pontos.

António Garrocho, dos Dragões, foi o mais eficiente do dia. Por conta própria facturou 14 veleiros e dois dourados (8,8kg e 10 kg). O pescador encontra-se na primeira posição e a sua equipa no terceiro posto com 6.306,4 pontos.  Entre os 222 bicos registados, dois veleiros foram pesados na balança montada no Clube Náutico do Lobito. O mérito foi atribuído a Pedro Ferdenthal, do Team Capitão Gancho, com um exemplar de 47,5 kg, e João Armada, dos Camuxibenhos, com 42,5 kg. Os dois exemplares não foram classificados por não terem exibido os comprovativos das capturas.

Para os peixes sem bicos a captura foi mínima. A colectividade pescou 19 no total.Os participantes pescaram nove atuns e o maior foi de 13,9 kg, de José Cardoso, do Tudo FIsh. Os dourados foram dez. O exemplar de maior porte foi de 14,5 kg, de Renato Sousa, do Jikula O’Mesu. Após a conclusão da primeira jornada do Lobito Big Game Fishing Tournament, o Team Kwanza lidera a competição com 9.750 pontos, seguido dos Marlinheiros (7.175), Dragões (6.306,4), Tudo Fish (5.780,2), Malta da Kianda (5.025), Team Release (4.550), Tubarões Fishing Team (4.550), Team Kuxica (4.401,2), Team Delta (4.350), Team Dourado (3.916,6), Lampas (3.454), Jikula O’Mesu (3.215,3), Team Chicucuma (2.901,6), Team Náutico (2.877,3), Malembeiros (2.850), Kapiyapiya (2.825), Azarados (2.675), Doce Vela (2.650), INAR TTB (2.414,3) e Team Akwaluga (2.200,5).

Equipa Tudo Fish
lidera o "nacional"


A equipa Tudo Fish, detentor do título, é o comandante do pelotão de 18 candidatos ao troféu de campeão nacional de 2015, com 5.780,2 pontos. A competição disputa-se em simultâneo com o Lobito Big Game Fishing Tournament, de 1 a 4 do corrente mês, na cidade Lobito. A desistência do Olé e do Peixfree reduziu a dose de competitividade. O quadro favorece o Tudo Fish, Tubarões Fishing Team, Team Kuxica, Team Náutico e Team Release. O grupo de cinco demonstra evidências ou “apetites crónicas” a grandes conquistas.

O Campeonato Nacional por equipas não vai ficar a leste dos objectivos definidos. Em função aos resultados conferidos no primeiro dia de competição, a classificação é liderada por Tudo Fish com 5.780,2 pontos, seguido do Team Release (4.550), Tubarões Fishing Team (4.550), Team Kuxica (4.401,2), Team Dourado (3.916,6), Lampas (3.454), Jikula O’Mesu (3.215,3), Team Chicucuma (2.901, 6), Team Náutico (2.877,3), Malembeiros (2.850), Azarados (2.675), Doce Vela (2.650), INAR TTB (2.414,3), 9 Knots Hotel Restinga (1.975), Bravos da Baía (1.500), Feras do Bába (1.425), Só Pra Contrariar (1.225) e Elephants Bay Fishing Team (475).