Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Tcnicos afinam equipamentos no Fosso Olmpico

Helder Jeremias - 15 de Janeiro, 2015

Estamos em sintonia com a Federao e clubes, disse Demstenes Solunga.

Fotografia: Jornal dos Desportos

Os especialistas em manutenção de equipamentos efectuam as últimas afinações  às máquinas no do fosso olímpico do campo de tiro “21 de Janeiro”, localizado na base do Regimento de Defesa Antiaérea, bairro Cantinton, com em vista a disputa do Grande Prémio “ Força Aérea”, a ter lugar de 23 a 25 do mês em curso, em alusão ao 39º aniversário daquele ramo do Exército Nacional, a ser assinalado dia 21 do corrente.

O coordenador do referido campo de tiro, Demóstenes Solunga, é um homem atarefado na criação das condições para que o certame, pontuável para a primeira jornada do Campeonato Nacional de Fosso Olímpico, seja saldado por um balanço satisfatório, razão pela qual acompanha ao pormenor o cumprimento das obrigação por parte de cada sector envolvido na preparação da prova.

Em declarações à nossa reportagem, Demóstenes Solunga revelou que dos dois fossos olímpicos existentes no campo 21 de Janeiro, apenas um está em condições de ser utilizado sem qualquer receio, na medida em que o outro tem apresentado algumas falhas que carecem de uma afinação mais profunda em prol de seu pleno funcionamento. O responsável garantiu a existência de condições  logísticas, assim como a disponibilidade dos troféus a serem atribuídos aos primeiros classificados e equipa vencedora, pelo que apenas questões muito específicas constam da agenda de trabalhos nos dias que antecedem a competição.

Quanto à deslocação dos atiradores residentes nas províncias da Huíla e Benguela, Demóstenes Solunga garantiu a disponibilidade de lugares em duas aeronaves da Força Aérea que vão deslocar-se às respectivas províncias em missão de serviço, de modo que aqueles que residem próximo também podem aproveitar o transporte. Apetrechado com uma zona de restauração e piscina, o campo 21 de Janeiro oferece condições para que os presentes desfrutem de um ambiente harmonioso no final de cada competição, porém a direcção do clube continua  o seu programa de melhorias da infra-estrutura no âmbito da massificação da modalidade.

“Os trabalhos decorrem com a devida normalidade, pois estamos já a tratar de fazer as últimas afinações para que durante os dias que antecedem a prova sejam realizadas sessões de treinos. Estamos em sintonia com a Federação e clubes”, disse Demóstenes Solunga.