Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Tcnicos nacionais recebem graduao

Rosa Napoleo - 21 de Maio, 2015

Cinturo preto domina direco

Fotografia: Eduardo Pedro

Um total de 18 treinadores de ju-jitsu afectos às Associações de Luanda, Huambo e Cuanza Norte receberam novas graduações na Cidadela Desportiva, após terminar com êxito o curso de actualização de técnicas e regras de treinamento.

Durante nove dias, os 35 formandos tomaram conhecimentos sobre proibição de golpes de teyuki (soco na cara) e may-gery (pontapé na cara). Os atletas podem dar socos e pontapés nas laterais do tronco.

O curso projectado para treinadores e mestres com cinturões castanhos foi orientado pela Comissão Nacional de Graduações, um órgão da Federação Angolana de Ju-Jitsu, constituído pelo Alexi Ndongala, Mfumu Lukoki, Adriano Mutupo, Nzuzi Mavinga, Miguel Sebastião e Panzo Massuca.

Entre os 18 graduados, o destaque recai para o presidente de direcção da Federação, Nzuzi Sebastião Ndombaxi, a 5º Dan; o vice-presidente da Federação, Alexi Ndongala, a 4º Dan; o director nacional de arbitragem da Federação, Nzuzi Mavinga, a 4º Dan; o seleccionador nacional Nfumu Lukoki, a 4º Dan; o técnico da equipa San Forte, Lukisa Domingos, a 7º Dan; o técnico António Muatchisika a 3º Dan, entre outros.
O secretário-geral da Federação Angolana de Ju-jitsu, António Pedro Emous, justificou que tinha necessidade de se graduar os técnicos que permaneciam na mesma categoria há muito tempo.

“Sentimos a necessidade de responder positivamente às exigências dos novos tempos. As técnicas de treinos sofrem alterações e, muitas vezes, permanecemos na aplicação das antigas”, disse.

O dirigente assegurou que “o número de treinadores ainda é reduzido e é preciso refrescar os conhecimentos para a adaptação às novas regras”, disse.