Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Temer vai discursar na abertura

15 de Maio, 2016

Novo Presidente do Brasil Michel Temer

Fotografia: AFP

Por volta das 11h30 da última quinta-feira, Temer foi notificado do afastamento da presidente Dilma Rousseff e se tornou oficialmente presidente interino enquanto durar o processo de impea-chment no Senado, cujo prazo máximo são 180 dias.

Apenas o presidente do Rio-2016, Carlos Arthur Nuzman, e o presidente do COI (Comité Olímpico Internacional), Thomas Bach, vão descer ao relvado para discursar.

A cerimónia de abertura da Olimpíada é um dos eventos mais mediáticos da competição. Dezenas de chefes de Estado vão estar no estádio carioca. O convite a Temer será enviado nos próximos dias.

A abertura dos últimos eventos desportivos no país foi sempre um momento traumático para os políticos brasileiros.


TENISTA AUSTRALIANO
Tomic ausente do Brasil

O tenista australiano Bernard Tomic, número 22 do ranking mundial, disse que vai falhar os Jogos Olímpicos Rio'2016, alegando um calendário sobrecarregado e adiantando que, em Agosto, vai disputar um torneio no México.

"Com um grande sentido de lamento, tomei a difícil decisão de não jogar com a equipa de ténis da Austrália na busca de uma medalha olímpica no Rio", afirmou, em comunicado. Garantindo que sempre representou "orgulhosamente" o seu país na Taça Davis e que deu "o máximo com o verde e dourado vestido", Tomic disse que "um calendário extremamente preenchido" o impede de se comprometer com o torneio.

"Tomei esta decisão baseada no que é melhor para a minha carreira no ténis", referiu o problemático tenista australiano, de 23 anos.


SERGEY BUBKA
Vice da IAAF
quer atletas
russos no Rio


O ucraniano Sergey Bubka, vice-presidente da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF), defendeu na quinta-feira que os atletas russos 'limpos' de doping devem poder disputar os Jogos Olímpicos Rio'2016. "Os atletas limpos não devem ser castigados", disse Bubka, numa conferência de imprensa no México.

O atletismo russo está suspenso provisoriamente desde Novembro de 2015, devido a um caso de doping, alegadamente apoiado pelo governo do país, com a IAAF a decidir em Junho sobre a participação no Rio2016.

"A Rússia necessita cumprir certos requisitos, a prioridade é respeitar os atletas, escutaremos o relatório da comissão, vamos discuti-lo e só depois tomaremos decisões", acrescentou.