Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Terrorismo ameaa Rssia

04 de Julho, 2013

Ameaas de terrorismo pairam sobre a Rssia antes do pas organizar grandes acontecimentos desportivos como o Mundial de atletismo

Fotografia: AFP

O chefe da guerrilha islamita no Cáucaso do Norte, Doku Umarov, inimigo número um do Kremlin, apelou aos seus apoiantes para realizarem ataques contra os Jogos Olímpicos de Sotchi de 2014, num vídeo difundido ontem. As autoridades russas “querem organizar os Jogos Olímpicos em cima dos ossos de numerosos muçulmanos sepultados nas nossas terras. Devemos impedir isso por todos os meios”, declarou Umarov num vídeo publicado no sítio kavkazcenter.com.

O líder da guerrilha separatista anunciou também ter suspendido a vigência da moratória às acções terroristas no território da Rússia para lá do Cáucaso do Norte. O checheno Doku Umarov autoproclamou-se emir do Cáucaso e afirma ser o comandante supremo da guerrilha islamita que luta pela independência dessa região da Federação da Rússia. Apesar das ameaças dos terroristas, o Kremlin promete tomar medidas para que os Jogos Olímpicos de Inverno de Sotchi, cidade situada no Cáucaso do Norte, decorram em segurança.

Em Maio as autoridades russas tinham anunciado o reforço da segurança após os atentados de Boston e garantiram que a partir de 1 de Junho de 2013 eram introduzidas medidas de segurança reforçadas na cidade de Sotchi.  Um comunicado referiu que “29 instalações olímpicas que necessitam de um regime de segurança reforçada foram colocadas sob controlo”.

“A segurança de todos aqueles que vierem a Sotchi é uma prioridade do Estado”, assegurou na altura o ministro russo do Interior. A Rússia organiza as Universíadas neste mês de Julho e os campeonatos do mundo de atletismo em Agosto, em Moscovo, antes da realização dos Jogos Olímpicos de Inverno, além de um Grande Prémio de Fórmula 1 em Novembro de 2014.