Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Testes e projectos apontam para uma temporada mais aquilibrada

05 de Fevereiro, 2015

Os testes e os projectos dos modelos apontam para uma temporada mais veloz e equilibrada quando faltam 40 dias para início

Fotografia: AFP

A 40 dias da abertura da Fórmula Um, com o GP da Austrália, os testes e os projectos dos modelos apontam para uma temporada mais veloz e equilibrada. Mudanças nos pneus devem deixar os carros até quatro segundos mais rápidos por volta e com a adaptação ao regulamento a tendência é as demais equipas diminuírem a distância para a Mercedes.Na terça-feira passada, no terceiro dia de testes na Espanha, novamente a escuderia alemã não liderou. O brasileiro Felipe Nasr, da Sauber, destronou a Ferrari, que dominou as sessões anteriores com o alemão Sebastian Vettel. O também brasileiro Felipe Massa, da Williams, ficou em quarto.

Apesar de ainda ser cedo para apontar favoritos, a possibilidade é grande da Ferrari incomodar a Mercedes no ano. De passagem pelo Brasil, o director da Pirelli, Paul Hembery, disse ontem, quarta-feira, que a escuderia italiana apresentou grande evolução.A distribuidora de pneus da categoria também desenvolveu novidades. “Temos mudanças na constituição dos pneus, na distribuição da temperatura e em novos componentes para melhorar o desempenho em pista seca”, disse Paul Hembery.A previsão de Hembery é que os carros façam tempos até quatro segundos mais rápidos por volta. Porém, a expectativa é que isso só possa ser notado a partir da segunda etapa, na Malásia. “Precisamos de aguardar por corridas em grandes circuitos. Na Austrália, pela prova ser um local temporário, não deve haver alteração”.

SATISFAÇÃO DE MASSA
O quarto lugar obtido nesta terça-feira, no terceiro dia de testes de pré-temporada da Fórmula Um em Jerez de la Frontera, o primeiro em que foi à pista, deixou o brasileiro Felipe Massa, da Williams, satisfeito.Massa substituiu o finlandês Valtteri Bottas, que conduziu o carro da escuderia inglesa no domingo e na segunda-feira, e obteve o tempo de 1min22s276, ficando atrás do compatriota Felipe Nasr (Sauber), primeiro colocado, do também finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari), segundo, e do alemão Nico Rosberg, da Mercedes.

"Estou feliz, foi um bom começo. Tive uma boa sensação do carro. Muitas coisas evoluíram em comparação com a forma como terminamos a temporada, estou muito confiante que em alguns aspectos este carro é ainda mais inteligente e tem um melhor ajuste em comparação ao do ano passado", analisou Massa.O vice-campeão mundial de 2008  lamentou ter perdido algum tempo de manhã devido à chuva, mas acredita que pode recuperar nos treinos de hoje e, segundo ele, "continuar a acumular quilómetros"