Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Thomas Bach elogia evento

18 de Agosto, 2016

os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro como também sente que não haveria escolha melhor.

Fotografia: AFP

O presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, não só está satisfeito com os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro como também sente que não haveria escolha melhor. Evitando a comparação com edições anteriores, o dirigente exaltou o “alto padrão” das competições e o “toque humano” da Cidade Maravilhosa.

“Estamos a ter competições excelentes e desempenhos excepcionais também. No entanto, é muito difícil comparar. Se você reparar nos diversos desportos, os desempenhos, os recordes, temos um alto padrão. Tem muitas histórias com toque humano para os atletas. Portanto, tudo isso, junto à amizade e o calor dos nossos anfitriões, tornaram esses Jogos excelentes”, apontou Bach, em entrevista ao SporTV.

Numa edição de Olimpíadas que tem apresentado quebras não só de recordes, mas de tabus também, o presidente do COI ainda usou, como exemplo, o caso da medalhista de ouro brasileira Rafaela Silva, que passou por uma impressionante história de superação até chegar ao lugar mais alto do pódio, para ressaltar a diversidade do Rio.Temos tantas histórias, como no caso da Rafaela, que conquistou o ouro do Brasil vindo de uma comunidade carente.Uma mulher fantástica, que não é só um modelo para o Brasil. Mas para os atletas de todo o mundo”, apontou o alemão, ouro em Montreal 1976, na esgrima.

LUTA
McGregor ironiza habilidades de Aldo


Apesar de ter luta marcada noutra categoria, Conor McGregor ainda é o campeão linear dos pesos-penas (66 kg) e é esperado pelos lutadores da divisão para fazer a defesa do seu título. Dono do cinturão interino, José Aldo é um dos atletas que mais esperam por esse momento e o primeiro da fila para receber o irlandês. No entanto, o rival parece não se incomodar com os pedidos e provocações feitos pelos lutadores que aguardam a sua presença.

Em entrevista ao podcast americano ‘MMA Hour’, McGregor usou e abusou da auto-confiança como já é de costume. O irlandês revelou que não se importa com os comentários de Aldo e Edgar, principais desafiantes ao título da categoria.“Essa é a minha categoria. Meu cinturão. Todos esses estão a falar todas essas coisas, só me dão vontade de levantar e dizer que eu estou aqui. Deixe-me ver o que é que vocês dois têm”, revelou o irlandês.