Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Thomas Luthi estreia com vitória

18 de Maio, 2015

Tom Luthi, desembarcou em França como um dos favoritos à vitória.

Fotografia: AFP

Sem rivais à altura, Tom Luthi controlou bem a diferença e disparou na liderança nas voltas finais, para garantir a sua primeira vitória na época'2015 da Moto2. Dono de um bom histórico em Le Mans, Tom Luthi, desembarcou em França como um dos favoritos à vitória. Confortável no traçado Bugatti, o número12 exibiu um bom ritmo ao longo de toda a disputa e não teve lá muito trabalho, para garantir o seu primeiro triunfo do ano.

Luthi empenhou-se um pouquinho no começo da disputa, quando removeu Johann Zarco da liderança da corrida. Depois disso, o Tom abriu e passou a controlar a vantagem, que ficou na casa de 1s0 em boa parte da disputa. Nas voltas finais, o titular da Interwetten abriu um pouco mais, até receber a bandeirada com 1s767 de vantagem.

Johann Zarco, procurou acompanhar Luthi, mas a estratégia falhou. Em pouco tempo foi presa fácil de Tito Rabat. Uma vez ultrapassado, perdeu o caminho para recuperar o segundo lugar e afastou-se mais e mais.

Sam Lowes, não conseguiu fazer muito, nessa prova. Com uma escolha de pneus diferente dos integrantes do top-3 - com médio à frente e um macio atrás ao invés de um par de médios -, o britânico passou a maior parte da disputa em quarto, sem ameaçar e nem ser ameaçado por ninguém.

Franco Morbidelli, por outro lado, foi um dos únicos a preocupar-se em manter os espectadores acordados e tratou de trabalhar duro para  recuperar o 12º posto na grelha.  O piloto da Italtrans travou um bom duelo com os pilotos da Pons e depois ouviu Álex Rins e Luis Salom caírem enquanto tentavam persegui-lo. O número 40 conseguiu voltar, mas terminou em 17º, enquanto o número 39 abandonou a disputa.

Julián Simón recebeu a bandeirada em sexto, à frente de Takaaki Nakagami. Hafizh Syahrin e Dominique Aegerter completam a lista dos dez primeiros colocados no GP de França.

Com o resultado, Zarco chegou aos 89 pontos na classificação do Campeonato Mundial e agora lidera com 21 de vantagem sobre Thomas Luthi, que subiu para a segunda posição. Folger, Lowes e Morbidelli completam o top-5 que está separado por 35 pontos.

A CORRIDA
Na largada, Sam Lowes saiu bem e tomou a liderança, à frente de Zarco, que conseguiu atacar na curva 1 e tomar a ponta. Thomas Luthi subiu para terceiro, à frente de Nakagami e Rabat. Rins largou mal e caiu para nono nos primeiros metros.

Uma vez na liderança, Zarco tratou de disparar e abriu 0s731 de vantagem na primeira volta. Na recta, Luthi colou em Lowes e passou o britânico na primeira curva. Rabat vinha em terceiro, com Nakagami em quinto. Após uma bela largada, Kallio pulou de 11º para sexto.

Batido por Luthi, Lowes passou a ser pressionado por Rabat, que conseguiu passar, mas errou na sequência, na Chemin Aux Boeufs, permitiu a recuperação do piloto da Speed Up.

A rodar em segundo, Luthi começou a reduzir a vantagem de Zarco e fez o seu primeiro ataque ainda no fim da segunda volta, mas levou o troco. Na recta, Tom conseguiu colocar-se à frente, mas perdeu a posição pouco depois.

Mais atrás, Rabat atacou Lowes mais uma vez e desta vez, conseguiu a posição sem dar oportunidades de recuperação ao número 22. Nakagami vinha em quarto, à frente de Rins, Simón, Siméon, Salom e Kallio.

Na volta seguinte, Luthi passou Zarco. Enquanto isso, Rabat vinha a chegar para entrar na luta pela liderança, com Lowes não tão longe assim.  Na quinta volta, Álex Márquez e Louis Rossi caíram, mas não se feriram. A dupla abandonou a disputa.