Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Titular do MINJUD convive com atletas

Teresa Lus - 19 de Julho, 2018

Ministra pousou para posteridade com os desportistas

Fotografia: Eduardo Pedro | edies novembro

A missão angolana composta por 73 elementos entre os quais, atletas, treinadores e oficiais viaja hoje a São Tomé e Príncipe, palco da XIª edição dos Jogos da Comunidade dos Países de Língua Oficial Portuguesa  (CPLP).
Angola disputa os Jogos nas modalidades de basquetebol, voleibol, futebol, atletismo, taekwendó, andebol e atletismo adaptado. Melhorar ou manter o terceiro lugar da edição passada é o objectivo da delegação chefiada por Ndilu Mário.
Ontem, durante a cerimónia de despedida realizada na Casa da Juventude em Viana, a Ministra da Juventude e Desporto, Ana Paula do Sacramento Neto, encorajou os jovens atletas a dignificarem as cores da bandeira nacional.
“Vão encontrar algumas dificuldades, mas tenham a coragem e a força suficientes para ultrapassá-las. Competir não é fácil. Cada um deve evidenciar a força anímica, o orgulho dos símbolos do país e fair-play. Respeitem também os momentos dos atletas das outras nações”, disse.
Por outro lado, Ana Paula do Sacramento Neto  defende ser motivo de orgulho ter jovens a competir nas distintas disciplinas.
“Resta-nos  passar a força de campeões. Ao serem seleccionados, já são vencedores. Falta o título que vocês vão conquistar na prova. Façam boa viagem e sejam  determinados. Estaremos aqui no regresso para vos receber. Acreditamos que a missão será cumprida com rigor”, enalteceu.
Teresa Odeth, jogadora da selecção de basquetebol, em representação de todos os atletas agradeceu pelo momento único a ser proporcionado nos Jogos da CPLP.
“Foram longos dias de preparação. Assumimos aqui o nosso compromisso de tudo fazer para alcançar os objectivos com disciplina e espírito de missão primando sempre pelo fair-play. Da nossa parte, tudo faremos para cumprir as regras, respeitar os outros participantes e seguir as orientações dos chefes e treinadores”, disse a atleta.