Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Toke Waza domina sessão

Rosa Napole?o - 22 de Janeiro, 2017

Os combates de Toke Waza, a principal técnica de judo, domina os treinos da Selecção Nacional

Fotografia: AFP

Os combates de Toke Waza, a principal técnica de judo, domina os treinos da Selecção Nacional que se prepara na Terra Nova para a representação do país no Open Internacional agendado para os dias 28 e 29 do corrente, em Luanda.

O conjunto de 22 atletas é comandado pelos técnicos Yuri Paim, Hélder Camindo e Alexandre Martins. Até o momento, já se mostra bastante evoluído, segundo nos confirmou o treinador principal, Yuri Paim. “Estamos a trabalhar. Os judocas esforçam-se nos treinos, apesar de outros afazeres. Esta semana, vamos continuar com as correcções na técnica Toke Waza e programar os combates entre si para medir a pulsação de cada atleta. Estamos em condições de conseguir um bom resultado”, disse.

O técnico admitiu algumas fraquezas na classe feminina e garante que estão a ser prontamente corrigidas.  “A nossa maior preocupação é com a classe feminina; é mais frágil e, por vezes, repete alguns erros. Portanto, estamos mais afincados nelas”, disse.

Yuri Paim revelou que a preocupação da equipa técnica não é com o Open Internacional, mas com o Campeonato Africano que se avizinha. “Vamos competir nesse Open para dar maior rodagem aos judocas. Queremos aproveitar a competição para fazer um treino de preparação. Temos o Campeonato Africano agendado para Fevereiro, onde queremos obter medalhas”, disse.

Nair Garcia, que já acumulou alguns títulos em África, é a grande esperança da selecção nacional. Outros judocas despontam igualmente qualidade com a promessa de obter medalhas à semelhança dos mais novos nos Jogos da Região 5 em que coleccionaram 13 medalhas.  No que toca à organização, a instituição continua a enveredar esforços no sentido de conseguir os meios para a realização de uma prova à altura e que venha alegrar os amantes da modalidade. Várias selecções já confirmaram as presenças como Portugal, França, Congos e o Japão.