Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Tony Kicanga fecha carreira diante de Eugen em Malanje

23 de Agosto, 2014

Kikanga termina a carreira profissional na província da Palanca Negra

Fotografia: Jornal dos Desportos

O pugilista angolano Tony Kicanga defronta no próximo dia 30, na cidade de Malanje, o romeno Stan Eugen, em combate de defesa do título mundial, versão do Conselho Universal de Boxe (UBC), soube a Angop, em Luanda, de fonte oficial.

Da categoria de 78Kg, a peleja de meios pesados  vai contar com 12 rondes e pode encerrar a carreira profissional do detentor do cinturão, que vai continuar ligado à especialidade, mas com outras actividades de acordo com o presidente da Federação Angolana de Boxe (FABOXE), Carlos Luís.

O dirigente desportivo já esteve na província a acertar com as autoridades provinciais sobre a organização da Gala Internacional, esclareceu que a anteceder o combate principal, vai haver ainda no ringue do novo pavilhão multiusos Palanca Negra duas lutas com a intervenção de contendores nacionais.

Este é o reencontro entre os dois lutadores, depois de Tony Kicanga ter vencido Stan Eugen, por Ko, ao sexto assalto, em Junho de 2011, no Teatro Sá da Bandeira, na cidade do Porto, em Portugal.

Volta a combater no  país depois de ter revalidado a “coroa”, na Cidadela Desportiva, em Março de 2012, diante do também romeno Adrian Cernega.
O detentor do título mundial da UBC falhou a obtenção do cinturão em 2008 e 2009, diante do polaco Kostic e o dinamarquês Andrei Zaahs.

Enquanto isso, em simultâneo ao evento profissional, a FABOXE prevê realizar o Top Internacional Angola/França, em amador (olímpico), que envolve pugilistas das selecções nacionais dos dois países, nas categorias de 49 a +91 quilogramas.

Para essa disputa, contactos estão a ser feitos também com a Espanha, para que possa suprir as categorias de 49, 52 e 56 kg, que os franceses não trouxeram na primeira viagem a Angola.

Tony Kicanga, 40 anos, natural de Luanda, residente no Porto desde 1990, representou vários clubes portugueses, designadamente Algés, Boavista e FC Porto, depois de estar ao serviço dos Dínamos de Luanda, passou ainda pelo Health Clube de Lisboa.

No seu palmarés como profissional, o campeão mundial efectuou 38 combates, com 15 vitórias, 20 derrotas, dois empates e um nulo. Na classe de amadores, Tony Kicanga também foi medalha de bronze nos Jogos Africanos em 1995, no Zimbabwe e ouro em 1999, na cidade sul-africana de Joanesburgo.

Na categoria profissional ostenta 12 títulos da versão da Associação Mundial de Boxe da Transcontinental (TWBA) e defendeu quatro vezes o título da TWBA. O outro angolano que também já foi campeão da TWBA é Manuel Gomes.