Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Torneio da Coreia do Sul acontece hoje

Rosa Napole?o - 12 de Agosto, 2017

Luanda e Huíla travam despique pela conquista do título

Fotografia: Ndombele Bernardo| Edições Novembro

A quarta edição da Taça Internacional da Embaixada da Coreia do Sul em taekwondó é disputada hoje, a partir das 9h00, no pavilhão do Centro Cultural Paz Flor ao Morro Bento II, numa organização da Federação Angolana da modalidade em parceria com a Embaixada daquele país asiático em Angola.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o director técnico da Federação, Salomão Lumbo garantiu haver condições condignas para a realização do evento.

\"O nosso objectivo é dar maior rodagem competitiva aos nossos atletas e avaliar os convocados da pré-selecção para os Jogos Africanos de Brazzaville a decorrer de 4 a 19 de Setembro próximo\", disse.

A Taça Internacional da Embaixada da Coreia do Sul em taekwondó tem periodicidade anual e conta com as participações das selecções provinciais de Luanda, Huambo, Huila, Benguela, Moxico e Malanje.

Em busca de troféu, digladiam as melhores estrelas do país. Assim, Luanda faz-se representar com Genito Luís (-54kg), Ernes Vunge (-58kg), Malahá Camará (-63kg) e Chielson Kaiengue (-68kg); Benguela veio com António Cachimbali (-54kg), Inácio Granja (-58kg), Cesário Henriques (-63kg) e Menezes Ganga (-68kg); Huila entra na prova com Leonardo Jaime (-54kg), Manuel Uyango (-58kg), Ely Quinanga (-63kg) e Mário Chipalanga (-68kg); Huambo está presente com José Armando (-54kg), Paulo Mendonça (-58kg), Kivuaza Capitão (-63kg) e David Chiwale (-68kg). Até ontem à tarde desconhecia-se os integrantes das selecções do Moxico e de Malanje.

A competição é disputada no sistema de eliminatória directa. O vencedor é o que somar maior número de medalhas. Uma rivalidade está em aberto: a selecção de Luanda perdeu a final da edição passada e agora tem a oportunidade de desforrar-se da Huíla, detentora do troféu.

Para o efeito, não vai ser fácil derrotar o quarteto formado por Leonardo Jaime, Manuel Uyango, Ely Quinanga e Mário Chipalanga. O treinador Simão Sumbelelo tem \"as melhores peças do mercado nacional\" que buscam a revalidação do título.

A ideia da realização desta competição no país surgiu de uma parceria de cooperação assinado entre as duas federações congéneres. Todas as despesas inerentes ao torneio como o pavilhão, hospedagem e alimentação estão a cargo da Embaixada da Coreia do Sul. As equipas provinciais suportam apenas as despesas com transporte das suas localidades para Luanda e vice-versa.