Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Torneio de Mestres termina hoje

Joo Francisco - 17 de Novembro, 2018

Comit organizador est satisfeito com nvel de participantes

Fotografia: Edies Novembro

Termina hoje, sábado, o torneio de Mestres em xadrez e outro, reservado a trabalhadores do Instituto Nacional de Estradas de Angola(INEIA), para assinalar os 28 anos da empresa patrocinadora, que iniciou na quinta-feira na sua sede, com a participação de 13 concorrentes, distribuídos em duas séries, para disputarem os torneios, em separado, no sistema “todos contra todos”, à uma volta.
Na série de Mestres, que reúne xadrezistas que se pode designá-los “profissionais”, os Mestres Internacionais (MIs) Catarino Domingos e Erickson Soares, vão medir “forças” entre si, cujo confronto é de desfecho  imprevisível. O Mestre Fide (MF) Manuel Alberto defronta o Candidato a Mestre(CM) João Simões e o Candidato a Mestre(CM) Sérgio Miguel joga com o Mestre Internacional Luciano Oliveira.
No primeiro dia( 15.11) estavam previstas duplas jornadas, o torneio foi interrompido depois de terminada a 1ª jornada, devido à iluminação deficiente, que impediu o prolongar dos jogos até ao cair da noite.
Nos resultados da ronda inaugural, registaram-se as derrotas do MI Luciano Oliveira, do CM João Simões e do MI Catarino Domingos, diante do MI Erickon Soares, do CM Sérgio Miguel e do MF Manuel Alberto. Curiosamente, todos os jogadores de peças brancas perderam com os de pretas, sinal de que as “defesas” naquele dia superaram as \"aberturas( ataques)\".
O torneio de Mestres está a ser disputado pelos seis melhores xadrezistas, no ranking  de Angola, exceptuam-se, os Mestres Internacionais, Adérito Pedro e David Silva que  disputam  vários torneios internacionais na Europa, e em reserva está um troféu para o vencedor e prémios monetários para os três primeiros classificados, em que vai  caber ao 1º,  Akz 150.000.00, ao 2º,  100.000.00 e ao 3º, Akz 50.000.00.
O torneio está a ser disputado num ritmo de jogo de 60 minutos (mais) 30 segundos a partir do 1º movimento, para cada jogador terminar a partida. Este tempo está a ser cronometrado por relógios electrónicos DGT, os usados pela Federação Internacional de Xadrez(FIDE).
São objectivos da realização da prova, além da comemoração do 28º aniversário do INEIA, apurar o campeão da edição 2018 do torneio e divulgar a modalidade de xadrez.

FALTAS DE COMPARÊNCIA
MARCAM PROVA INTERNA

Na série do torneio dos trabalhadores, a 7ª e última jornada reserva os seguintes confrontos: José Carlos vs Fernando Bonito, Contreiras vs Adilson, Edgar vs Adilson Lucala,  descansa Fernando Ribeiro. Na dupla jornada inaugural, Adilson e Edgar perderam por falta de comparecência(f/c), à semelhança de Adilson Lucala e Adilson(2).Fernando Bonito derrotou Contreiras e Fernando Ribeiro venceu José Carlos (f/c).
 A contar para  a 2ª ronda, Contreira venceu Fernando Ribeiro, Edgar venceu Fernando Ribeiro, por tempo, Adilson Lucala e Adilson 2, perderam por f/c e José Carlos descansou. Em função dos resultados, Fernando Bonito, Contreiras, Edgar e Fernando Ribeiro, estavam à frente da tabela classificativa, com um ponto, sem pontuar, estavam: Adilson Lucala, Adilson 2 e José Carlos.


Problemas administrativos
Macovi adia viagem à São Tomé e Príncipe

A viagem que a Escola Macovi devia efectuar ontem, para  participar num evento internacional em São Tomé e Príncipe,  à convite da Academia \"Invictus\", daquele país irmão,  foi adiada por uma  semana, por questões administrativas que se prendem com a compra de bilhetes de passagem, que será comparticipada pela companhia aérea de bandeira, TAAG.
Esta situação, prontamente informada à congénere santomense que também salvaguardou o adiamento da actividade para sexta-feira (23.11) no Hotel Miramar, com Workshops e um torneio internacional de xadrez, na categoria de sub 20, Angola vai estar representada com Mestres afectos à Escola Macovi e ao Atlético Sport Aviação (ASA).
De recordar, que o  mestre Fide angolano, João Francisco, vai chefiar a delegação da Escola Macovi ( Marceliano Correia Victor).
O convite ao Mestre Fide angolano, \"padrinho\" da agremiação angolana,  formulado pelo PD da MACOVI, Marceliano Correia Victor , que não vai estar presente na ocasião da efeméride da Academia Invictus\", instituição que também está vocacionada ao ensino de xadrez para crianças e outros entretenimentos lúdicos, no sector infanto-juvenil,  por encontrar-se em convalescença.
Além de chefiar a delegação,  o MFIDE João Francisco vai proferir uma palestra em torno da\"ética no Desporto nos Países de Língua oficial portuguesa(CPLP)\", com base em conhecimentos que acaba de adquirir de uma recente formação de formadores na matéria, que se  realizou em Luanda.
Fazem parte da delegação, Domingos Ferraz, antigo Presidente da Associação Provincial de Xadrez de Luanda(APXL) e actual chefe do departamento de Xadrez do Atlético Sport Aviação(ASA), que vai ser, igualmente, um dos prelectores.
À margem do evento, a MACOVI vai participar um torneio Internacional de Xadrez , com uma equipa constituída pelos Mestres Fides, Ednasia Júnior, Figueiredo Júnior e o Candidato a Mestre, Lutuima Amaro.  José João é o treinador,  o Especialista Nacional,  Aires Delgado, é o psicólogo da equipa, e Vander Manuel, o árbitro de Angola. 
Simão Kibondo

Por equipa
Misto do Lubango 
conquista provincial


O Misto do Lubango ao somar 27,5 pontos conquistou o título de campeão provincial de xadrez,  por equipa, em masculino, prova que se disputou no sistema de todos contra todos em oito jornadas à uma volta, por nove equipas.
 A segunda posição coube ao Clube Ferroviário da Huíla, uma das actuais referências do desporto ciência, na província, com 24 pontos, enquanto o Clube Desportivo da Huíla perfez 22 pontos, contentou-se com o terceiro lugar.
A escola SOS -Água Preciosa, com 20,5 pontos quedou-se em quarto lugar e o Benfica Petróleos do Lubango ficou na quinta posição, ao somar 19 pontos. A última posição recaiu para o Desportivo da Chibia, que não pontuou.
 Nove equipas, nomeadamente, Núcleo da Velha Guarda, Ferroviário da Huíla, Clube Desportivo da Huíla, Benfica Petróleos do Lubango, Escola SOS -Água Preciosa A e B, Ferroviário da Huíla B, Desportivo da Chibia e a fábrica de Água Preciosa fizeram parte da competição que se realizou no anfiteatro da Faculdade de Economia, da Universidade Mandume Ya Ndemufayo.
 O presidente da Associação Provincial de Xadrez da Huíla, Vicente Silva, considerou aceitável o nível dos jogos, porque as equipas participantes integradas por cinco atletas, foram com espírito competitivo triunfante.
 “Vimos, que o nosso xadrez na província está a evoluir, de destacar os jovens da escola SOS -Água Preciosa, que estão a evoluir. E, nós Associação, a partir deles vamos encontrar grandes talentos de xadrez na nossa província. Por isso, senti que houve qualidade e é o que esperamos neste campeonato provincial por equipas e que tem bom nível”, enalteceu.  
Gaudêncio Hamelay - Lubango