Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Torneio pr-olmpico em balano

Silva Cacuti - 24 de Março, 2015

Pedro Godinho e Joo Florncio dirigem o encontro de avaliao de prova que ditou a qualificao de Angola nos jogos Olimpicos

Fotografia: Nuno Flash

A Federação Angolana de Andebol (Faand) apresenta hoje às 10h00, na Galeria dos Desportos, a partir das 15h00, o balanço do torneio pré-olímpico, disputado em Luanda de 19 a 21 do corrente, que culminou com a qualificação da Selecção Nacional para os próximos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

A conferência vai ser presidida por Pedro Godinho, presidente da Faand e o seleccionador nacional João Florêncio, vai abordar aspectos organizativos, técnicos e o resultado alcançado. Um dos aspectos que se espera ver clarificado tem a ver com o orçamento da prova avaliada em cerca de Usd 500 mil, assim como a sua disponibilização.

O torneio pré-olímpico era a única possibilidade para a África indicar um representante ao torneio de andebol dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Foi disputado em Luanda, com a participação das quatro melhores selecções saídas do último Campeonato Africano.  A Argélia tinha sido a quarta classificada na prova continental, atrás da Tunísia, RDC e Angola, abdicou de participar e abriu espaço para ao Senegal que tinha ocupado o quinto posto.

A Selecção Nacional, tecnicamente orientada por João Florêncio, acabou invicta, venceu por larga vantagem à similar do Senegal, 38-21, no primeiro jogo, na segunda jornada a equipa nacional bateu a RDC por 36-26 e no jogo decisivo, diante da Tunísia, Angola venceu por 26-23. A participação no torneio pré-olímpico foi precedida da realização de um torneio amistoso, designado Angola 40 anos, que contou com a participação das selecções congéneres de Portugal, Brasil e as selecções de seniores e de honras de Angola. Todos estes passos vão ser objecto de avaliação.