Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Toronto pronta para a festa

21 de Fevereiro, 2015

Jogos Pan-americanos servem de amostra aos visitantes diversidade e visão da maior cidade do Canadá.

Saad Rafi, executivo-chefe do comité organizador dos Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015, disse que a cidade canadense está pronta para o início da competição, quando faltam 140 dias para a cerimónia de abertura.

Rafi visitou o novo velódromo Cisco Milton, onde vão disputar-se as provas de ciclismo de pista, e inclusive pedalou durante cerca de duas horas com um grupo de jornalistas, para mostrar os detalhes das instalações.

“Não poderíamos estar mais contentes com o nosso progresso. Faltam 140 dias, ou 20 semanas. É real, é palpável, vai acontecer. Estamos numa das instalações que já está pronta e aberta ao público, o velódromo Cisco Milton” declarou Rafi à Agência Efe.

“A Odepa (Organização Desportiva Pan-americana) fez uma visita de avaliação técnica e de coordenação, vai fazer outra no início de Maio, e os resultados foram brilhantes”, acrescentou Rafi. O responsável do comité organizador dos Jogos Pan-americanos de Toronto também disse que há uma grande procura de ingressos para o evento desportivo.

“A cerimónia de abertura será no dia 10 de Julho com um espetáculo único do ‘Cirque du Soleil’ e todos os ingressos já foram vendidos. Temos competições, como ciclismo de pista, que venderam todas as entradas e a procura por outros desportos aumentou muito rapidamente. Não poderíamos estar mais satisfeitos”, explicou.

Steve Bauer, um dos ciclistas mais premiados do Canadá, vencedor de uma medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Los Angeles em 1984 e quarto colocado no Tour de France de 1988, disse à Efe que o velódromo Cisco Milton vai ser especialmente interessante nas provas de perseguição.

Bauer, director de programas do velódromo, também destacou que as instalações estão homologadas na classe 1 internacional, o segundo velódromo de máxima categoria na América do Norte. “Estamos muito satisfeitos de ter uma pista de classe 1 homologada internacionalmente que pode realizar competições olímpicas e pan-americanas”, explicou.

“Tem um grande ‘design’. As transições são muito suaves, é muito fácil, acho que vai ser uma pista muito boa para perseguição. A curvatura não é excessivamente inclinada em comparação com outros velódromos do mundo, entre 42 e 43 graus, por isso os velocistas talvez não sintam uma aceleração repentina muito grande. As rectas são relativamente curtas, portanto, é um circuito muito longo, ao redor de 250 metros, e 70 metros de largura. É realmente um prazer andar aqui”, acrescentou.

Além da pista de madeira, o velódromo abriga no mesmo complexo três quadras polivalentes para desportos como basquetebol e voleibol, uma pista de corrida no terceiro piso, em volta da bancada, uma academia, entre outras instalações.