Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Trabalhos internos atarefam selecção

Silva Cacuti - 12 de Março, 2015

Selecção Nacional sénior feminina deixa palco de estágio no próximo sábado com destino a Luanda

Fotografia: Santos Pedro

A Selecção Nacional sénior feminina de andebol vira baterias, a partir de hoje, a trabalhos internos na derradeira etapa do estágio que decorre na Holanda. O trabalho corresponde à terceira etapa do estágio que teve a primeira marcada pela realização de testes físicos em Gaia, Portugal, segundo Ilídio Cândido, vice-presidente da Federação Angolana de Andebol.A segunda etapa encerrou ontem com a realização do terceiro jogo amigável diante da equipa alemã do Holdenburgo. A Selecção Nacional perdeu o primeiro jogo diante do Dalfen, campeão holandês, venceu a selecção de esperanças da Holanda por 32-26, nas duas primeiras partidas disputadas.

"A equipa vai virar-se para trabalhos internos, rever aspectos da táctica defensiva e ofensiva. O treinador vai também fazer trabalho específico para integrar as últimas atletas que trabalham na Espanha para adaptação à filosofia de jogo que o grupo já tem", disse.A Selecção Nacional, comandada por João Florêncio, trabalha na Holanda até 14 do corrente com um grupo de 18 atletas em que Isabel Guialo, Liliana Venâncio e Juliana Machado, jogadoras do Guardez de Espanha, foram as últimas a integrar.

João Florêncio trabalha com Elizabeth Cailo, Wuta Dombaxi, Lurdes Monteiro, Lisandra Salvador, Delfina Mungongo, Ríssia Oliveira, Luisa Kiala, Azenaide Carlos, Maria Pedro, Marta dos Santos, Natália Bernardo, Teresa Almeida, Ivete Simão, Rossana Quitongo, Matilde André, Juliana Machado, Isabel Guialo e Liliana Venâncio.A preparação da Selecção Nacional visa o torneio pré-olímpico que se disputa em Luanda de 18 a 22 do corrente e visa apurar a representante do continente aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016.
De acordo com o calendário do torneio pré-olímpico tornado público, Angola começa a prova diante do Senegal, enquanto a RDC e Tunísia, vice campeã e campeã, defrontam-se na abertura. Na segunda jornada, Angola vai defrontar a RDC, enquanto a Tunísia joga com o Senegal. Angolanas e tunisinas defrontam-se no dia 21, no encerramento da prova. A derradeira ronda vai ser aberta pela partida entre a RDC e o Senegal.

Equipas de Cabo Verde
a caminho do Senegal


As selecções masculina e feminina de andebol de Cabo Verde estão a caminho de  Dakar, Senegal, onde de 13 a 15 do corrente, jogam o torneio da Zona II de qualificação para os Jogos Africanos de Congo Brazzaville.Depois de recebidos terça-feira pelo Chefe do Governo, José Maria Neves, a caravana cabo-verdiana recebeu  os cumprimentos do edil da Câmara Municipal da Praia, Ulisses Correia e Silva, nos Paços do Concelho, no Plateau.

A selecção masculina é orientada por  Ricardo Rocha, técnico que está a ser coadjuvado pelos treinadores cabo-verdianos Leonel Martins e Nelson Martins de Jesus, enquanto Pedro Ferreira e Jean Pierre Spencer comandam a selecção feminina.As duas equipas técnicas reforçaram o plantel com atletas que militam em clubes portugueses como o Benfica, Sporting, FC Porto e os Belenenses (masculinos), enquanto a selecção feminina conta com reforços que vieram do clube “Assomada”, de Portugal.Cabo Verde volta a ter selecções de andebol principal, após quatro anos de ausência nos palcos internacionais.