Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Tratamento custa milhes famlia

13 de Fevereiro, 2016

Dois jornais ingleses informam que os custos da recuperao atingem perto 285 mil dlares norte-americanos por semana.

Fotografia: AFP

O estado de saúde de Michael Schumacher, desde que deixou o hospital nos Alpes Franceses, pouco ou quase nada se sabe. Dois jornais ingleses informam que os custos da recuperação atingem perto 285 mil dólares norte-americanos por semana.

O estado de saúde de Michael Schumacher continua nebuloso da mesma forma que no último de um ano e meio, desde que deixou o hospital em Mèribel e foi para casa na Suíça. Uma informação recente dá conta de que os custos do tratamento do sete vezes campeão mundial de F1 estão a beira de 15,3 milhões de dólares anuais.

A informação publicada nos jornais ingleses 'Daily Mail' e 'Daily Express', fornece números um pouco mais precisos. Os tratamentos custam cerca de 285 mil por semana.

Não que financeiramente a família do ex-piloto vá ver o dinheiro acabar de uma hora para outra. Em 2013, pouco antes do acidente, acreditava-se que Schumacher tinha um total de cerca de R$ 12,2 mil milhões de dólares nos seus cofres.

Na semana passada, o ex-presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, disse que tinha novidades sobre o estado de saúde de Michael e que não eram boas, mas não disse quais as novidades.

Schumacher, dono de diversos recordes históricos da F1, andava de esqui com o filho em Dezembro de 2013, quando caiu e bateu com  a cabeça e acabou em coma por causa das graves lesões que sofreu. Michael saiu do coma induzido e saiu do hospital para a casa em Junho de 2014, mas sem total recuperação.