Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Treinadores de andebol efectuam estgio em academia francesa

Pedro Futa - 20 de Dezembro, 2018

Associao de Treinadores mereceu elogios de Pedro Godinho

Fotografia: Eduardo Pedro | Edies Novembro

Os treinadores angolanos vão estagiar, a partir de Março de 2019, numa Academia francesa, no âmbito do acordo estabelecido entre a Federação Angolana de Andebol e a congénere de França, garantiu Pedro Godinho, durante a tomada de posse de Edgar Neto, na presidência da Associação de Treinadores de Andebol de Angola (ATAA).
Em declarações à imprensa, Pedro Godinho disse que a Federação Angolana de Angolana ganhou um parceiro com a criação da Associação de Treinadores de Andebol de Angola.
\"Ganhamos um parceiro. A ATAA, mesmo sendo independente, vai ser um braço direito da Federação e mais uma ferramenta que vai permitir definir o rumo do andebol nacional\", frisou o presidente da Federação Angolana de Andebol.
O dirigente realçou que a ATAA vai ser uma instituição com responsabilidade de verificador.
\"A Associação de Treinadores de Andebol vai ser um órgão fiscalizador da actividade desportiva da Federação, para melhorar a modalidade e manter a hegemonia do país no Continente\", disse.
A tomada de posse teve lugar na Galeria dos Desportos, no Complexo da Cidadela Desportiva. Várias individualidades do andebol com destaque para Odete Tavares, Palmira Barbosa, Elisa Weba e Pina de Almeida testemunharam o evento. 
A lista é composta por 21 elementos. A ATAA tem como presidente de direcção, Edgar Neto, e dois vice-presidentes: Filipe Cruz e João Ricardo. Vivaldo Edualdo, José Nascimento e Alexandre Machado são vogais de direcção.
A Mesa da Assembleia Geral tem à presidência Puna Zau. Nelson Catito é vice-presidente e Antero Lundungo, secretário. No Conselho Fiscal, Albertino de Oliveira é o presidente. Eduardo Macosso é vice-presidente e José Macueira, secretário.
No Conselho Jurisdicional, Osvaldo Congo é o presidente. Luís Chaves é vice-presidente, enquanto Armando Ngumbe é o secretário. José Chuma dirige o Conselho de Disciplina e tem como adjunto Constantino Afonso. Olga Mendes é a secretária. Eléuterio de Almeida, Óscar Nascimento e Victor Tchikoulaev estão no Conselho Técnico científico.
O presidente da Associação de Treinadores de Andebol de Angola prometeu trabalhar para dar maior dignidade aos técnicos angolanos. Em declarações ao Jornal dos Desportos, Edgar Neto disse trabalhar para dignificar o andebol nacional.
\"Temos 11 pontos na nossa agenda de trabalho e vamos escolher um, que vai dar maior dignidade aos treinadores. Vamos começar com a formação de treinadores de guarda-redes, um  apoio da Federação; temos também o curso dirigido aos especialistas de andebol da Comunidade dos Países Língua Portuguesa (CPLP). Grande parte de treinadores, que contribuíram para o andebol em todo país, vão ser inscritos\", disse.
A antiga praticante Odete Tavares, em declarações ao Jornal dos Desportos, deu boas-vindas à mais nova instituição.
\"É bem-vinda a Associação de Treinadores de Andebol de Angola e já era sem tempo. Só o andebol ainda não estava constituída. Espero muito trabalho dos associados e que continuem a trazer os títulos para o nosso país\", frisou.
O vogal de direcção, Vilvaldo Edualdo, disse que os vários problemas que afligem os treinadores vão ser resolvidos.
\"Não existe a carreira de treinador desportivo e essa profissão rouba muito tempo. Com a criação da Associação, vai permitir o reconhecimento da sociedade e a formação de técnicos\", disse.
Pina de Almeida, antigo praticante, reiterou que o país vai ter equipas mais competitivas.
\"A Associação tem de trabalhar bastante para termos equipas mais fortes, apostar na base e ter treinadores capazes para elevar cada vez mais o  desporto angolano\", disse.