Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Troca de categoria incomoda Makila

Rosa Napoleo - 28 de Junho, 2018

Excluso da categoria de -55 quilogramas na modalidade de taekwondo dos Jogos da CPLP, preocupa o treinador da seleco

Fotografia: Edies Novembro

A exclusão da categoria de -55 quilogramas na modalidade de taekwondo dos Jogos da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP), agendado para 21 do corrente, em São Tomé e Príncipe, preocupa o treinador da selecção, Makila Carlos. A mudança repentina pode causar baixas ao grupo, uma vez que já não resta muito tempo para trabalhar as técnicas noutro atleta. Em conversa com o Jornal dos Desportos, Makila Carlos manifestou a sua insatisfação.
\"Estamos insatisfeitos com a decisão. Tínhamos as nossas esperanças voltadas para a atleta dos -55kg, Maria Alexandre. Agora, corremos o risco de deixá-la. A prova já não enquadra esta categoria, mas foi substituída pela de -44 kg\", explicou. 
O técnico reiterou que a Federação Angolana vai recorrer com um pedido à organização do evento, na tentativa de se manter a categoria em causa.
\"Pensamos em solicitar a revogação da decisão. Além do transtorno técnico e de treinamento, tem ainda a parte burocrática. Vamos tratar os documentos da nova atleta a enquadrar, desde o passaporte, vistos e os exames médicos. E isso requer tempo\", esclareceu. 
Nesse momento, o grupo composto por Paulo Ricardo (-58 kg), Maria Alexandre (-55 kg) e Anita Ngoma (-63 kg), todos do 1º de Agosto, e Eduardo Venâncio (-73 kg), da Academia do Huambo, trabalham na Cidadela Desportiva. As sessões de aperfeiçoamento das técnicas e de combates dominam os treinos.
O objectivo da selecção nacional é subir ao pódio com uma medalha de ouro e superar a última participação, na qual obteve a medalha de bronze. Além do taekwondo, Angola compete com as selecções de basquetebol feminino 3X3, atletismo convencional e adaptado, voleibol e futebol.