Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Usain Bolt pondera aposentação

07 de Setembro, 2013

Velocista jamaicano voltou a ser a maior estrela no campeonato do mundo que decorreu na capital da Rússia

Fotografia: AFP

O velocista jamaicano Usain Bolt confessou estar a ponderar a sua retirada das competições após os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. A confirmar-se a retirada aos 30 anos, deve acontecer após mais de três anos de provável domínio, com participação nos Jogos da Commonwealth no próximo ano e outra oportunidade de melhorar o seu próprio recorde mundial dos 200 metros.

Usain Bolt dominou o mundo competitivo de velocidade desde a conquista de três medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Beijing em 2008, mas deixou a entender, durante a preparação para a final da Liga Diamante que se realiza hoje em Bruxelas e marca o fim da época do atletismo, que o Rio’2016 vão ser os seus terceiros e últimos Jogos.

“Depois dos Jogos de 2016: isso parece-me uma boa ideia, retirar-me quando ainda estou no topo da minha carreira”, admitiu o vencedor de seis medalhas de ouro olímpicas.

O atleta jamaicano de 27 anos sublinhou, contudo, que a última época “não foi perfeita”, porque, apesar de ter ganho nomeadamente mais três medalhas de ouro nos mundiais do mês passado (100 metros, 200 e estafeta 4x100), não foi “o Usain Bolt da moda”.

“Agora que estou a ficar um pouco mais velho, sei que tenho de ficar livre de lesões, manter-me focado nos objectivos e agir de forma responsável”, acentuou. Bolt avançou que os planos para a época de 2014, que não incluem qualquer campeonato mundial, vão ser decididos em Outubro, depois de estar algum tempo fora de competição.

“Vou preparar-me muito bem para a próxima época... Preciso de continuar a trabalhar no duro, reduzir o risco de lesões e não ter de recomeçar a partir do zero”, avançou, para depois concluir que “o recorde mundial dos 100 metros [que detém] é o mais difícil de ultrapassar, porque é mais técnico”, enquanto nos 200, “se estiver livre de lesões e puder dominar a curva, há espaço para melhorias”.


FRANCOFONIA
Cabo Verde
com Atletismo


Cabo Verde vai levar sete atletas nas modalidades de atletismo e judo aos VII Jogos da Francofonia, que vão decorrer em Nice, França, a partir de amanhã até 15 de Setembro. O arquipélago vai estar representado no atletismo por Ruben Sanca (5.000 metros), Samuel Freire (1.500 metros), Adilson Spencer (10.000 metros) e Lidiane Lopes (100 e 200 metros), sob orientação técnica do seleccionador Júlio Nagana, de acordo com José Luís Gomes, da Direcção Geral de Desportos (DGD) cabo-verdiana.

O judo, por seu lado, vai competir com Nuno Silva, Wilson Teixeira e Magna Mendes, sob a orientação do professor Alfredo Torres.