Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Várias actividades desportivas marcam as festas da cidade

Sérgio V. Dias/No Cuito - 31 de Agosto, 2013

Prova de motocross foi uma das modalidades que abrilhantaram o aniversário da capital da província do Bié

Fotografia: Jornal dos Desportos

O 88º aniversário da elevação do Cuito à categoria de cidade, que hoje se assinala, é marcado por várias actividades de carácter desportivo e cultural.
O administrador municipal, Avis Agostinho Vieira, disse ao Jornal dos Desportos, que as provas realizadas neste período festivo podem entrar para o calendário oficial de algumas federações desportivas.

Entre as competições que devem entrar para o calendário nacional constam a de atletismo, denominada “Cidade Invicta” e o circuito de motocross, que este ano se realiza a título experimental e sem qualquer piloto do Bié.

O torneio de basquetebol também pode entrar nas opções, assim como a ginástica rítmica, em que o Bié tem tradição a nível nacional. No circuito de motos de 600cc, realizado no dia 18 de Agosto, foi vencedor o piloto da província de Benguela, Milton Oliveira.

Na prova de atletismo, de dez quilómetros de estrada e que visou saudar os 88 anos da elevação do Cuito à categoria de cidade, foi vencedor o atleta do Interclube, Alexandre João, ao passo que Severina Chicondo arrebatou o troféu na classe feminina.

Denominada “Cidade Invicta”, a prova viu ainda o brilho do atleta Alberto Lussassi na classe masculina dos paralímpicos, enquanto Anita Ngueve, em representação do Huambo, fez a diferença em femininos. 

Durante a disputa da prova, realizada a 15 de Agosto, a organização decidiu distinguir o veterano Tiago Chingui, como atleta mais velho a competir e o jovem Arão Lucas, como o mais novo.

Face à grande competitividade que se faz sentir a nível do atletismo bieno, o administrador Avis Agostinho deixou no ar a promessa de trabalhar no sentido “de inscrever a prova anual no programa da Federação Angolana de Atletismo”.