Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Vela anima hoje festival náutico

Rosa Napoleão - 22 de Fevereiro, 2015

Diferentes provas inseridas nas celebrações envolvem centenas de praticantes de diferentes desportos náuticos praticados em Luanda

Fotografia: JAIMAGENS

A Baía da Ilha de Luanda acolhe as últimas provas de Vela ligeiro, enquadradas nas festividades do 91º aniversário do Clube Náutico da Ilha de Luanda, que se comemora a 28 deste mês. A actividade organizada pelo clube conta com a participação das equipas do 1º de Agosto, Petro de Luanda, Clube Naval de Luanda e da equipa anfitriã. 

O programa das festividades, que teve início a 14 do corrente, contou com as provas de canoagem em C1, K1, C2, K2 nas distâncias de 100m e 200m, nas categorias de juniores e seniores, em ambos os sexos. Os grandes protagonistas da prova foram os atletas António Manuel (Clube Naval de Luanda), Jairo Domingos (1º de Agosto), César Fidalgo (Clube Naval de Luanda), Gaston Miguel (Clube Náutico da Ilha de Luanda) e a dupla Picasso Andrade e Josemar Andrade, que conseguiram os primeiros lugares nas suas categorias.

Ontem, o festival contou com as disputas de três regatas de vela ligeiro, de Vaurien, Laser, 420 e 470, Optimist, Standard e Radial.

O presente festival náutico vai prosseguir no próximo fim-de-semana com as disputas de natação, numa prova de mar aberto na Baía de Luanda e uma prova de Vela de cruzeiro.

O Clube Náutico da Ilha de Luanda é dirigido por Horácio Pina e faz movimentar as  modalidades de natação, pesca desportiva e recreativa, vela, canoagem, remo e kitesurf.

O chefe de secção de Vela e Canoagem do Clube Náutico da Ilha de Luanda, Mateus Afonso, disse em declarações ao Jornal dos Desportos que o clube tem evoluído nos últimos tempos.

“O clube está a crescer. Uma das grandes inovações foi o surgimento de atletas da classe feminina na Vela”, disse.

Afonso acrescentou: “As escolas de formação também têm fornecido muitos atletas que reforçam as selecções nacionais. Estamos de parabéns por mais uma data de existência”, disse.


BALANÇO
Mateus Afonso confirma evolução


O chefe de secção de Vela e Canoagem do Clube Náutico da Ilha de Luanda (CNIL), Mateus Afonso, considera positivo o balanço das actividades náuticas realizadas no clube, em torno das celebrações dos 91 anos da agremiação desportiva que se comemora a 28 deste mês.

 “Aproveito a oportunidade para dar os parabéns a todos os integrantes deste grande clube náutico de Angola, pelos 91 anos de batalha. Ao longo do tempo, muita coisa mudou e melhorou no clube. Hoje, podemos dizer que o saldo das actividades realizadas no CNIL é positivo”, disse.
Mateus Afonso assegurou que o clube deu um grande salto nos últimos anos, com a activação das escolas de formação e a integração da modalidade de pesca desportiva.

“A evolução do clube é notória. Temos um grande número de atletas formados e hoje são integrados nas selecções nacionais que representam o país nas competições internacionais”, disse com orgulho.

Questionado sobre os ganhos da vela, o dirigente desportivo disse que os velejadores do CNIL cresceram muito desde 2011.

“Tudo começou com a participação de um dos nossos atletas nos Jogos Pan-africanos, que trouxe na bagagem a medalha de bronze. Em 2012, quatro dos nossos atletas foram chamados, pela primeira vez, à selecção de Optimist que conquistou o segundo lugar no Campeonato Africano da Tanzânia. Daí em diante, a vela tem surpreendido e atingido patamares superiores além fronteira”, justificou.
 ROSA NAPOLEÃO