Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Venus comemora segunda semana

25 de Janeiro, 2015

Venus Williams venceu italiana Camila Giorgi que apresentou boa consistência no primeiro set da partida

Fotografia: AFP

A norte-americana Venus Williams conseguiu vencer as três primeiras partidas pela primeira vez desde 2011, em Wimbledon, e chegou a uma segunda semana de Grand Slam. A ex-número 1 do mundo não se deslumbra com a campanha obtida no Open da Austrália e quer ir além da quarta ronda, apesar do longo período de quedas precoces.

“Já venci grandes torneios, não é algo que não tenha feito. É muito legal chegar à segunda semana, mas a quarta ronda não é a minha meta, quando disputo esses torneios”, declarou a mais velha das irmãs Williams.

Venus garantiu o lugar nos oitavos de final em Melbourne ao derrubar a italiana Camila Giorgi. A norte-americana elogiou a adversária: “Jogou muito bem, foi muito agressiva e tudo funcionou bem; nunca a tinha enfrentado. Tem potencial para ser top 10, joga muito bem, tem boa movimentação e parece trabalhar muito”.

No jogo com a italiana, Venus viveu uma situação complicada no segundo set. Depois de ter perdido o primeiro, salvou três break-points ao sacar em 2/4 e partir para a recuperação.

“Nesses momentos, estamos tão concentradas no jogo que, mesmo conhecendo o placar, não se liga tanto. É mais uma questão de como se lida com a pressão. Por isso, foi desafiador entrar no ritmo. Sempre acreditei na minha capacidade, mas algumas vezes os resultados não acontecem por algum motivo”, disse.

Nos oitavos de final, a norte-americana enfrenta a polaca Agnieszka Radwanska, que trabalha agora com a norte-americana Martina Navratilova. Venus assegurou que sempre teve bons resultados nos jogos contra ela.

SERENA REENCONTRA
GARBIÑE MUGURUZA
Assim como a irmã mais velha, Serena Williams teve de virar a partida da terceira ronda do Open da Austrália. A líder do ranking mundial teve um início lento diante da ucraniana Elina Svitolina, de 20 anos, mas reagiu a tempo de levar a melhor por 4/6, 6/2 e 6/0, e avançar para os oitavos de final.

Serena enfrenta na próxima partida a espanhola Garbiñe Muguruza, que eliminou a suíça Timea Bacsinszky, com parciais de 6/3, 4/6 e 6/0. Muguruza foi a responsável pela chocante queda de Serena na segunda ronda de Roland Garros, em 2014. As duas também se enfrentaram no Open da Austrália de 2013, desta vez com vitória da norte-americana.

No primeiro set do jogo contra Svitolina, Serena mostrou dificuldades a sacar e movimentar-se na quadra. A ucraniana aproveitou a oportunidade e quebrou o saque da veterana no game inicial. Svitolina seguiu soberana e teve 4/1 com saque. O festival de quebras continuou, com três consecutivas. A ucraniana desperdiçou a oportunidade de fechar quando sacou em 5/2, mas não ao servir em 5/4.

Svitolina não manteve o ritmo no segundo set e viu Serena vencer quatro games consecutivos. A jovem devolveu uma das quebras, mas depois perdeu o seu último game de saque da parcial. O set decisivo foi um passeio da norte-americana, campeã em Melbourne nos anos de 2003, 2005, 2007, 2009 e 2010. Desde então, Serena não passou dos quartos de final no torneio.

Apesar de não ter superado Serena, Svitolina deixou boa impressão. Ex-número 1 juvenil, a ucraniana foi a única adolescente a vencer um título em 2014 (Baku). A promissora jogadora venceu sete jogos contra adversárias do top 20 na última época e terminou o ano entre as 30 melhores do mundo.