Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Vetado treino de Jorge Lorenzo com a Ducati

13 de Outubro, 2016

O dirigente declarou que a medida não representa o espírito do desporto. D

Fotografia: AFP

A Yamaha mostrou durante a pré-temporada de motociclismo que continua competitiva em função dos resultados que tem vindo a obter em diferentes provas realizadas até aqui. Isso, porque o piloto da equipa Jorge Lorenzo, que no próximo ano vai para a Ducati, não está disponível para treinar com a sua nova equipa, em Novembro.

A última corrida da actual temporada da MotoGP acontece no dia 13 de Novembro, em Valência. A Ducati planeou treinar no Jerez, entre 23 e 24 de Novembro, e a intenção era contar com o novo piloto. Porém, como Lorenzo tem contrato com a Yamaha até 31 de Dezembro, a equipa japonesa optou por não disponibilizar o tricampeão.

O veto não foi bem recebido pelo director desportivo da Ducati, Davide Tardozzi. O dirigente declarou que a medida não representa o espírito do desporto. De lembrar que a Ducati disponibilizou Andrea Iannone para treinar com a Suzuki, que permitiu que Maverick Viñales treinasse com a Yamaha.

“Nós tentamos resolver a situação de todas as maneiras, mas encontramos um muro à nossa frente. Não pensamos em não disponibilizar o Iannone para treinar, pois isso, devia acontecer num ambiente de desportivismo”, disse Tardozzi ao jornal italiano La Gazzetta dello Sport.A próxima corrida da MotoGP acontece é em Motegi, no Japão.