Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Vettel começa na pole position

09 de Junho, 2013

Tri-campeão mundial vai ser seguido pelo inglês da Mercedes Lewis Hamilton

Fotografia: AFP

A Mercedes viu ontem a sequência de “pole position” encerrada após quatro corridas seguidas na qual largou em primeiro lugar na Fórmula 1. O alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, conseguiu o primeiro lugar num treino realizado com pista húmida no Circuito Gilles Villeneuve, em Montreal.

Esta é a terceira “pole position de Vettel” na época, repetindo o resultado dos Grandes Prémios de Austrália e da Malásia, e a 39ª na carreira. Nessa estatística, o actual tricampeão mundial é o terceiro classificado mais bem colocado no ranking histórico da categoria, atrás apenas do alemão Michael Schumacher (68 poles) e o brasileiro Ayrton Senna (65).

O primeiro lugar foi conquistado com o tempo de 1min25s425, marcado no início do Q3. Depois disso, a chuva começou a cair em Montreal, ainda que lentamente, o que foi suficiente para deixar os tempos mais lentos. Mesmo assim, Lewis Hamilton, da Mercedes, chegou a ameaçar o piloto da Red Bull.

O britânico cometeu um erro na última curva antes da recta dos boxes, tendo de se contentar com o segundo lugar na grelha, com 1min25s512. Caso tivesse batido Vettel, Hamilton aumentaria o predomínio da Mercedes em treinos classificativos. A equipa havia liderado todas as quatro sessões anteriores (China, Bahrein, Espanha e Monaco), uma vez com Hamilton e três com o alemão Nico Rosberg.

No Canadá, Rosberg vai largar na quarta posição. O vencedor de Mónaco foi superado pelo finlandês Valtteri Bottas, que se mostrou como a surpresa do dia ao conseguir um resultado totalmente oposto ao de seu companheiro de Williams, o venezuelano Pastor Maldonado (13º lugar).

O australiano Mark Webber, da Red Bull, vai ser o quinto colocado da grelha, seguido pelo espanhol Fernando Alonso, da Ferrari; pelo francês Jean-Éric Vergne, da Toro Rosso; pelo alemão Adrian Sutil, da Force India; pelo finlandês Kimi Raikkonen, da Lotus; e pelo australiano Daniel Ricciardo, da Toro Rosso.

O brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, bateu durante o Q2, quando tentava melhorar consideravelmente a sua volta para passar à fase final do treino, e ficou apenas com a 16ª posição. Será a segunda prova seguida em que Massa larga da parte de trás da grelha, já que no GP de Monaco não participou da tomada de tempos devido a um acidente na última sessão livre.

O Grande Prémio de Canadá, a sétima do Mundial de Fórmula 1 de 2013, está marcado para as 19h (de Angola) de hoje.