Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Vettel foi quem fez a denúncia

12 de Junho, 2013

Líder do campeonato foi quem denunciou os testes secretos da Mercedes

Fotografia: AFP

Uma conversa informal entre os alemães Nico Rosberg e Sebastian Vettel pôs em causa o regulamento da Fórmula 1. A emissora britânica Sky Sports News noticiou que foi Vettel quem divulgou que a Pirelli tinha feito em segredo um teste dos seus pneus utilizados pelos carros da Mercedes durante a temporada.

Embora o regulamento da F1 proíba o uso dos carros de 2013 pelas equipas em testes durante a temporada, a Pirelli fez experiências dos seus pneus com os carros da Mercedes antes do Grande Prémio de Mónaco. A fornecedora disse estar autorizada pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) por a marca estar a proceder a mudanças dos actuais compostos considerados de desgaste exagerado.

A emissora noticiou que Christian Horner, chefe da Red Bull, protestou junto da FIA após ser informado do que sucedera por Vettel, que ficou a saber do teste da Mercedes numa conversa informal com Rosberg, durante a reunião dos pilotos em Mónaco.

Além da Red Bull, a Ferrari também protestou contra o teste considerando que isso violava as regras da categoria. A FIA anunciou na semana passada que ia apresentar o caso ao Tribunal Internacional.

A Mercedes agradeceu num comunicado, numa altura em que se preparava o GP do Canadá, a oportunidade de se poder explicar. A montadora alemã ainda não tem data para apresentar a defesa.

Vettel, definido pela rede britânica como um “campeão mundial que se transformou detective”, afirmou ao jornal alemão “Suddeutsche-Zeitung” que “o tema é crítico”.

O alemão disse que “cada quilómetro de teste é uma vantagem e que a Mercedes teve oportunidade de testar os pneus que provavelmente são utilizados em Silverstone”. Rosberg negou que ele e o companheiro de equipa, o britânico Lewis Hamilton, tenham tido alguma vantagem com os três dias de testes da Pirelli.